Exportações de couros movimentaram US$ 1,44 bilhão até outubro

Agronegócio

Exportações de couros movimentaram US$ 1,44 bilhão até outubro

Embora o setor tenha se recuperado, a receita dos embarques ainda foram 14% inferiores aos dez meses de 2008
Por:
3174 acessos
As exportações brasileiras de couros somaram US$ 1,44 bilhão nos dez meses de 2010, receita 58% superior à do ano passado, registrando US$ 137,14 milhões em outubro, aumento de 7% em relação a setembro e 12% maior do que a do mesmo mês de 2009. Embora o setor tenha se recuperado, a receita dos embarques ainda foram 14% inferiores aos dez meses de 2008, ano que contabilizou US$ 1,68 bilhão, e desencadeou a crise mundial. Em outubro houve crescimento em volume de 5% em relação ao mês anterior. O cálculo é do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), com base nos dados da Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério da Indústria, Desenvolvimento e Comércio Exterior.

Verificou-se, em outubro, uma recuperação, tanto em valor quanto em quantidade exportada. “Com tal resultado, estimamos uma exportação ao redor de US$ 230 milhões para os meses de novembro e dezembro, com uma projeção de exportamos um total de US$ 1,67 bilhão neste ano, patamar, entretanto, 11% inferior a receita contabilizada em 2008, mesmo sendo 44% superior a do ano passado”, informa o relatório do CICB.
 

China e Hong Kong, Itália e Estados Unidos continuam a ser os principais destinos do couro nacional; Brasil também aumenta exportações para Vietnã, México, Coréia do Sul, Indonésia, Tailândia, Hungria, Índia e Japão
De janeiro a outubro de 2010, os principais mercados do couro brasileiro foram a China e Hong Kong, com US$ 473 milhões, 33% de participação e crescimento de 41% ante o período anterior, Itália (US$ 319,32 milhões, 22% de participação e elevação de 59%), Estados Unidos, US$ 159,64 milhões (11,1% e incremento de 98%) e Alemanha (US$ 46,22 milhões e crescimento de 99%).

No acumulado do ano, Vietnã (US$ 41,55 milhões), México (US$ 34,3 milhões), Coréia do Sul (US$ 33,56 milhões), Indonésia (US$ 32,11 milhões), Holanda (US$ 29,42 milhões), e Tailândia (US$ 23,46 milhões) foram outros importantes destinos das exportações brasileiras.

Entre outros países que aumentaram as aquisições do couro nacional no período, destacam-se: Cingapura que aumentou 403%, importando US$ 17 milhões; Hungria (176%, US$ 15,03 milhões), Índia (64%, US$ 15,02 milhões) e Japão (78%, US$ 9,54 milhões). Outros quatro países também importaram mais peças do Brasil: Uruguai, que comprou 16,45 vezes a mais, US$ 7,78 milhões, Paraguai (122%, US$ 5,62 milhões), Lituânia (75%, US$ 2,43 milhões) e Rússia (231,22 vezes, US$ 1,8 milhão).

Ranking dos estados exportadores nos dez meses de 2010

O balanço das vendas externas de couros dos estados brasileiros nos dez meses do ano ante o mesmo período de 2009 reafirma a liderança de São Paulo como maior exportador nacional (US$ 421,31 milhões), seguido pelo Rio Grande do Sul (US$ 381,33 milhões), Paraná (US$ 139,86 milhões) e Ceará (US$ 137,23 milhões).

Os demais estados são Bahia (US$ 88 milhões), Mato Grosso (US$ 81,75 milhões), Mato Grosso do Sul (US$ 49,35 milhões), Goiás (US$ 49,32 milhões), Pará (US$ 26,04 milhões) e Minas Gerais (US$ 23,78 milhões).
 

As informações são da assessoria de imprensa da Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB).
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink