Exportações de frango na 2ª semana do mês avançam menos
CI
Imagem: Pixabay
EXPORTAÇÃO

Exportações de frango na 2ª semana do mês avançam menos

Média diária de embarques chegou a pouco mais de 18,5 mil t
Por:

As exportações de carne de frango cresceram menos na segunda semana de novembro, na comparação com a anterior, conforme dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia. Com o resultado da última semana, até sexta-feira (13), a média diária de embarques chegou a pouco mais de 18,5 mil toneladas, o que agora representa alta de 18,2% na comparação com novembro de 2019, quando o país exportou 15,6 mil toneladas diárias.

Até a última sexta-feira (13), o Brasil havia embarcado 166,57 mil toneladas em proteína, seja fresca, congelada ou resfriada, gerando receita de US$ 220,443 milhões. Em todo o mês de novembro do ano passado, as exportações somaram US$ 500 milhões por 313 mil toneladas embarcadas.

Os números da Secex apontam que, em valores monetários, as exportações estão tendo avanço menor neste mês, em relação a igual período de 2019. Nesse caso, enquanto as exportações geraram receitas pouco superiores a US$ 25 milhões em novembro de 2019, em igual mês deste ano foram US$ 24,5 milhões – média diária, em valores livre de impostos e taxas.

A diferença entre volume embarcado e receitas se deve à desvalorização do preço pago pela tonelada da carne de frango. Conforme a Secex, houve retração de 17,13% nos valores. Em novembro do ano passado, a tonelada de carne de frango custava US$ 1.596, enquanto neste mês está US$ 1.323.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink