Exportações do agronegócio gaúcho crescem 16,1% em janeiro

Mercado

Exportações do agronegócio gaúcho crescem 16,1% em janeiro

Soja teve o maior volume para janeiro desde o início da série histórica da FEE em 2007
Por:
635 acessos

As exportações do agronegócio gaúcho cresceram 16,1% em janeiro frente a dezembro de 2017 e alcançaram US$ 786,2 milhões, segundo a Fundação de Economia e Estatística (FEE). Os preços médios também subiram 18,1%, enquanto o volume exportado caiu 1,7%. O aumento em janeiro significou US$ 108,9 milhões a mais nas divisas que são escoadas principalmente pelo Porto do rio Grande.

Os cinco principais setores exportadores foram complexo soja (US$ 256,2 milhões), carnes (US$ 152,9 milhões), fumo e seus produtos (US$ 129 milhões), produtos florestais (US$ 87,1 milhões) e cereais, farinhas e preparações (US$ 60,9 milhões).

O economista do Núcleo de Estudos do Agronegócio da FEE Sérgio Leusin Jr explica que o desemprenho da área de fumo é efeito ainda das remessas da produção da safra de 2017, que cresceu 27,4% em relação a do ano anterior. Já no complexo soja, o grão somou 476,6 mil toneladas e foi o maior volume para janeiro desde o início da série histórica em 2007.

O incremento nas exportações do setor de máquinas e implementos agrícolas é explicado pela venda de 29 colheitadeiras para a Argentina. A maior queda foi em carnes, de 6,5%. Leusin explica que a redução dos embarques de carne suína para a Rússia afetaram as divisas.

China liderou entre os destinos, respondendo por 33,1% das vendas, seguida pela União Europeia (21,7%), Estados Unidos (6,4%), Argentina (3,5%), Coreia do Sul (3,1%) e Hong Kong (2,8%). O grupo concentra 70,6% dos embarques. O maior crescimento foi para a UE, com valor de US$ 64,9 milhões e elevação de 61,3%.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink