Exportações do Brazilian Hereford & Braford fecham em US$ 118 mi
CI
Agronegócio

Exportações do Brazilian Hereford & Braford fecham em US$ 118 mi

Resultado ultrapassa meta de US$ 100 milhões prevista para embarques de material genético das raças Hereford e Braford e produtos e serviços agropecuários
Por:
Resultado ultrapassa meta de US$ 100 milhões prevista para embarques de material genético das raças Hereford e Braford e produtos e serviços agropecuários

As exportações do Projeto Brazilian Hereford & Braford (BHB) somaram US$ 118,04 milhões nos doze meses de 2011, ultrapassando a expectativa estimada na ordem de US$ 100 milhões para o mesmo período. Os números referem-se às vendas de material genético, como sêmen e embriões, matrizes, reprodutores, bovinos vivos e produtos e serviços agropecuários das 33 empresas que compõem o BHB - parceria da Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Dos 25 países que foram destino dos embarques, destacam-se aqueles considerados alvo do Projeto, como Venezuela, Paraguai, Colômbia e Bolívia, e Angola, que recebeu a primeira remessa de animais Braford brasileiros.


Puxam a lista das exportações, respectivamente, os embarques de animais vivos (US$ 94,6 milhões), sementes forrageiras (US$ 12,71 milhões) e produtos farmacêuticos (US$ 6,18 milhões). Já as exportações de sêmen (US$ 402,89 mil) tiveram um acréscimo de 30,24% sobre o volume embarcado em 2010 (US$ 309, 34 mil) com destaque para o Paraguai que lidera a lista de compradores de material genético bovino brasileiro com negócios na ordem de US$ 103,8 mil, seguido pela Colômbia com alta de 55,32% nos valores importados, alcançando U$$ 91,29 mil.

Na análise da gerente de Promoção Comercial Internacional do BHB, Luciana Bueno, entre os destaques do ano de 2011 estão exportações realizadas para países da América do Sul e África. “A Colômbia respondeu por importações de US$ 3,8 milhões, alta de 127,7% na comparação com 2010, e o Paraguai com incremento de 43% com negócios na ordem de US$ 3,37 milhões. No continente africano, o destaque foi a Angola que elevou as compras de produtos das empresas do BHB em 876%, um volume de U$$ 6,55 milhões”.


O presidente da ABHB, Fernando Lopa, destaca que as ações de fortalecimento da imagem e do posicionamento no mercado internacional, realizadas pelo BHB, estimulam a cadeia produtiva do agronegócio brasileiro e agregam mais valor aos resultados obtidos. “É impressionante a efetividade das ações de projetos de promoção como o BHB. Em 2011 levamos missões de empresários, participamos de rodadas de negócios no Paraguai e Colômbia e trouxemos empresários daqueles países ao Brasil para conhecerem nossa produção e realizarem negócios, e, como resultado, esse dois mercados apresentaram altas expressivas nas compras de produtos das empresas participantes do BHB e ainda lideraram a compra de sêmen bovino brasileiro.”

Apesar dos excelentes resultados, contudo, Lopa pondera que os avanços na exportação de material genético poderiam ter triplicado se houvesse um pouco mais de efetividade nas ações do Ministério da Agricultura para agilizar os protocolos sanitários e homologar empresas brasileiras para exportação. O presidente da ABHB cita o exemplo da Colômbia, onde os produtores estão ávidos para obter embriões de genética HB brasileira: “O Mapa demora mais de quatro meses para ir inspecionar uma empresa, mesmo que esta já exporte para outros países. Apesar de toda boa vontade do Ministro e do Chefe da Defesa Sanitária, esbarramos em problemas como férias dos fiscais, falta de pessoal, burocracia, falta de recursos para diárias e coisas do gênero”, afirmou o dirigente. “O Brasil não pode sair de férias, pois nosso concorrente não perde tempo”, completou.


Para 2012, o Projeto BHB tem planejada uma série de atividades como realizações de workshop técnico internacional em parceria com Colômbia e Bolívia, presença no Congresso Mundial do Braford, no Paraguai, no Congresso Mundial do Hereford, no Canadá., além da participação nos principais eventos do agronegócio nos países da América do Sul.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.