Exportações dos portos paranaenses geram U$ 13 bilhões em receita

Agronegócio

Exportações dos portos paranaenses geram U$ 13 bilhões em receita

Soja puxa receita cambial dos portos de Paranaguá e Antonina
Por:
980 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
Seguido das carnes, dos farelos e do açúcar, o soja é o produto que puxa, para cima, a receita cambial dos portos de Paranaguá e Antonina

A soja exportada pelo Porto de Paranaguá continua sendo a principal responsável pelo aumento na receita cambial gerada pelas exportações este ano. De janeiro a setembro, os Portos de Paranaguá e Antonina registraram receita cambial de U$ 13,4 bilhões. Com uma participação de 24% desse total, a soja gerou U$ 3,3 bilhões de receita.

Segundo os dados gerados esta semana pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), além do grão de soja, a receita gerada pelas exportações das carnes congeladas, do farelo e do açúcar também contribuíram para o aumento de 1,1%, em relação ao nove meses do ano passado.

De acordo com o sistema de informação do MDIC, de janeiro a setembro deste ano, o Porto de Paranaguá exportou mais de um milhão de toneladas de congelados. Essa movimentação gerou receita de U$2 bilhões, ou seja, 15,8% do total. Entre as carnes congeladas, a principal responsável por essa receita é o frango.

Em relação aos demais granéis sólidos que puxaram a receita cambial deste ano para cima, o farelo de soja teve participação de 11,8% e o açúcar, 10,6%. De janeiro a setembro, a receita gerada pela exportação de farelo de soja pelo Porto de Paranaguá foi de mais de U$ 1,5 bilhão. Já de açúcar foi de U$1,4 bilhão.

Milho – Se comparada à soja, ao farelo e ao açúcar, a participação do milho na receita gerada pelas exportações do porto paranaense, este ano, é bem menor – representa apenas 4,5% do total. No entanto, comparada à arrecadação dos nove meses do ano passado, este ano a receita gerada pela exportação do grão é bem expressiva.

Como mostram os dados do MDIC, em 2012 a exportação do milho pelo Porto de Paranaguá gerou receita de mais de U$ 602,5 milhões. Esse total é 32% maior que o de 2011, quando a exportação do produto gerou pouco mais de U$ 454 milhões.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink