Exportações paranaenses têm aumento de 59% em março


Agronegócio

Exportações paranaenses têm aumento de 59% em março

Por: -Admin
1 acessos

As exportações paranaenses no mês de março deste ano chegaram a US$ 530 milhões, valor 59% maior do que o do mesmo período em 2002. Já as importações ficaram em US$ 268 milhões, o que gerou um superávit comercial de US$ 261 milhões, o segundo maior do país no mês. O saldo foi quase quatro vezes superior aos US$ 66 milhões obtidos em março de 2002 e, pelo terceiro mês consecutivo, atingiu um recorde histórico.

Segundo dados da Secretaria da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, com os resultados de março, o saldo da balança comercial acumulado no primeiro trimestre do ano chegou a US$ 619 milhões, ou 16% do superávit brasileiro. No período, as vendas externas paranaenses atingiram US$ 1,3 bilhão, enquanto as importações a US$ 731 milhões. O superávit dos primeiros três meses do ano no Paraná também foi o segundo melhor entre todos os estados.

"A boa conjugação de mercadorias industrializadas com bens primários na relação dos produtos mais exportados do Paraná foi um dos fatores decisivos para esse resultado", analisa o secretário Luiz Guilherme Mussi. "O nosso saldo comercial na balança brasileira, tanto em março como no trimestre, só foi inferior ao de Minas Gerais", informa.

Apesar de São Paulo ser o maior exportador brasileiro, não houve contribuição dos paulistas no saldo da balança comercial brasileira em março e nem no trimestre. É que nos dois casos, as importações superaram as vendas externas. As exportações de São Paulo no trimestre chegaram a US$ 4,7 bilhões e as importações a US$ 4,8 bilhões. Já no mês de março o déficit paulista ficou em US$ 36 milhões.

Automóveis

Entre os grupos de produtos mais exportados pelo Paraná no primeiro trimestre estão automóveis, tratores e acessórios, que garantiram uma receita de US$ 212 milhões, o que representou um aumento de 44% em relação ao mesmo período do ano anterior. Na seqüência, aparecem resíduos alimentares, especialmente farelo de soja, que geraram vendas de US$ 171 milhões, representando uma elevação de 124% em comparação ao primeiros três meses do ano passado.

O grupo formado por madeira, carvão vegetal e obras de madeira resultou em exportações de R$ 157 milhões no trimestre, com um incremento de 30%.

Quanto aos principais países de destino das exportações paranaenses no primeiro trimestre os melhores resultados ficaram com os Estados Unidos (US$ 244 milhões), a Alemanha (US$ 90 milhões), a China (US$ 86 milhões), a Holanda (US$ 74 milhões) e o Irã (US$ 70 milhões). A China foi o país para o qual as vendas do Paraná mais cresceram, representando uma elevação de 737%.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink