Extensão rural/RS terá reforço de mais 200 profissionais

Agronegócio

Extensão rural/RS terá reforço de mais 200 profissionais

56 anos da Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural foram comemorados com o anúncio da contratação
Por:
1766 acessos
Os 56 anos da Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural (Ascar) foram comemorados, nesta quinta-feira (02/06), com o anúncio da contratação de 200 novos profissionais, para ampliar o trabalho da extensão rural no Rio Grande do Sul. A informação foi transmitida pelo secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Ivar Pavan, durante café da manhã realizado na sede da Emater/RS-Ascar, com a presença de integrantes dos conselhos Técnico Administrativo (CTA) e do Conselho Administrativo (Conad), imprensa, deputados e gestores de organizações ligadas ao campo.


Os novos profissionais - engenheiros agrônomos, médicos veterinários e técnicos agrícolas, entre outros - serão chamados para realizarem o teste de perfil, obedecendo a sequência de classificação do último processo seletivo da Emater/RS-Ascar, efetuado no final de 2009. Eles reforçarão, prioritariamente, o trabalho naqueles municípios que contam com apenas um extensionista e grande número de agricultores familiares.

Parte dos novos empregados atuará, temporariamente, no processo de estruturação da Secretaria de Desenvolvimento Rural, pasta criada este ano pelo Governo do Estado. “Estas contratações fazem parte da nossa política de recuperação e garantia de uma extensão rural pública no Estado. Mesmo com todas as dificuldades financeiras, não podemos nos paralisar”, afirmou Pavan.


Para o presidente da Emater/RS, Lino De David, a ampliação do quadro funcional representa o fortalecimento da extensão rural, e viabiliza o enfrentamento de novos desafios. “São temas como a questão ambiental, as inovações tecnológicas e, principalmente, a promoção de um campo com gente, como um estilo de vida, e não apenas como ferramenta econômica”, disse o presidente.

Ele lembrou que, nos últimos 56 anos, a Instituição passou por grandes transformações, mas sempre teve um papel fundamental na consolidação da agricultura familiar do Rio Grande do Sul. Está presente hoje em 492 dos 496 municípios do Estado, onde atende 75% dos agricultores familiares. São 286.256 famílias de pequenos produtores, quilombolas, pescadores artesanais, indígenas e assentados, que recebem apoio de extensionistas de diversas áreas para a consolidação de seu desenvolvimento econômico e social.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink