Extensionistas conheceram novas tecnologias sobre palma e sorgo
CI
Agronegócio

Extensionistas conheceram novas tecnologias sobre palma e sorgo

Agora eles têm a missão de repassar o uso das tecnologias aos agricultores familiares
Por:

Técnicos extensionistas da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri) conheceram, em Santana do Ipanema, experiências com palma e sorgo forrageiro e agora vão aplicar as novas tecnologias nas propriedades dos agricultores familiares.

Segundo o pesquisador Fernando Gomes, um dos coordenadores dos trabalhos, na Estação Experimental de Santana do Ipanema são cultivadas variedades de palma resistentes à praga conhecida como cochonilha do carmin, que ainda não chegou a Alagoas, mas já está em Pernambuco. “Nós sempre repassamos algumas mudas para os agricultores interessados”, citou.

Mas, segundo ele, a palma miúda, variedade presente em 95% da área plantada em Alagoas, já é naturalmente resistente à cochonilha do carmin. “Temos pelo menos outras cinco variedades com essa resistência”, destacou o pesquisador.

O grupo, formado por quase 50 técnicos, entre engenheiros agrônomos, veterinários, zootecnistas e técnicos agrícolas, também conheceu os experimentos com sorgo forrageiro, uma planta com características semelhantes ao milho e que serve para produção de silagem e alimentação de bovinos e ovinos.

“O repasse de tecnologias geradas pela pesquisa para os extensionistas é uma estratégia importante da Seagri, pois, além de absorver o conhecimento, eles repassarão para os agricultores familiares”, frisou o diretor de Pesquisa, Josival Almeida, que também acompanhou as atividades do Dia de Campo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink