FAB confere Ordem do Mérito Aeronáutico a pesquisador

Gestão ambiental

FAB confere Ordem do Mérito Aeronáutico a pesquisador

Mais do que uma condecoração pelo passado, o símbolo de um compromisso para o futuro
Por:
72 acessos

Mais do que uma condecoração pelo passado, o símbolo de um compromisso para o futuro. Assim o pesquisador Evaristo Eduardo de Miranda, chefe-geral da Embrapa Territorial, encara o recebimento da Ordem do Mérito Aeronáutico, grau Oficial, ontem, 23 de outubro, em Pirassununga, SP. “É um compromisso de continuar atuando, na área do desenvolvimento científico e tecnológico, pela defesa do País”, afirma. Criada em 1943, a honraria é destinada a pessoas e organizações civis e militares. É a mais alta da Força Área Brasileira (FAB) e, no caso dos civis, reconhece serviços prestados à Aeronáutica.

A parceria entre a Unidade em que Miranda atua, em Campinas, SP, e a FAB é antiga, especialmente com o Instituto de Estudos Avançado do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (IEAv/DCTA). A equipe atuou, por exemplo, no desenvolvimento do radar imageador aerotransportado do Sistema de Vigilância da Amazônia.

Atualmente, a Embrapa Territorial e a FAB iniciam trabalho conjunto para colocar em órbita e operar o primeiro satélite de sensoriamento remoto óptico brasileiro a gerar imagens de alta resolução de todo o território nacional. A expectativa é que tanto as organizações militares quanto a Embrapa e outras instituições civis a atuarem a operação do satélite ganhem mais autonomia na obtenção de imagens espaciais, com a possibilidade de direcioná-lo conforme a necessidade.

Condecoração

A medalha da Ordem do Mérito Aeronáutico foi entregue pelo comandante da Academia da Força Aérea de Pirassununga, Brigadeiro-do-Ar Mário Augusto Baccarin, durante cerimônia de comemoração do Dia da Força Aérea Brasileira e do Dia do Aviador. Anteriormente, o pesquisador já havia sido condecorado com a Ordem do Rio Branco, a Ordem do Mérito Militar, da Medalha do Exército e a Medalha do Pacificador.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink