Faeg defende na Tecnoshow atualização do Código Florestal

Agronegócio

Faeg defende na Tecnoshow atualização do Código Florestal

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner abriu seu pronunciamento com o tema e agradeceu aos produtores rurais que compareceram à mobilização
Por:
1186 acessos
A atualização do Código Florestal brasileiro esteve presente na grande maioria dos discursos das autoridades participantes da abertura oficial da 10ª edição da Tecnoshow Comigo, na manhã desta terça-feira (12/04), em Rio Verde (GO). O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner abriu seu pronunciamento com o tema e agradeceu aos produtores rurais que compareceram à mobilização que reuniu, em Brasília, no último dia 5, cerca de 25 mil produtores rurais, em prol da votação do projeto proposto pelo deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP).


Schreiner explicou que se as mudanças ao Código Florestal não forem votadas e aprovadas, cerca de quatro milhões de hectares de áreas de agricultura e pecuária, em Goiás, ficarão inviabilizadas. “Isso é um fato que tem nos preocupado muito e que impactará seriamente a produção de alimentos”, alertou. O posicionamento de Schreiner foi respaldado, posteriormente, pelos discursos do presidente da Comigo, Antônio Chavaglia, do secretário de meio ambiente e recursos hídricos de Goiás, Leonardo Vilela, do deputado federal Ronaldo Caiado e do governador do Estado, Marconi Perillo. O governador reiterou que apóia as mudanças no Código Florestal e tem atuado junto à bancada de parlamentares goianos na Câmara para que haja agilidade na votação da proposta de Aldo Rebelo.

Além da necessidade de atualização da legislação ambiental brasileira, o secretário de meio ambiente e recursos hídricos, Leonardo Vilela defendeu, em seu discurso, a revisão da legislação ambiental de Goiás. Segundo o secretário, um grupo técnico já está com estudos avançados nesse sentido. O objetivo é fomentar ainda mais a produção com sustentabilidade. “Revisar a legislação não significa desconsiderar os cuidados com o meio ambiente, pelo contrário, é buscar o equilíbrio”, disse o secretário.


Infraestrutura

Outro assunto que norteou os discursos desta manhã foi infraestrutura e logística. O presidente da Faeg, José Mário Schreiner voltou a falar sobre a necessidade de investimentos para a recuperação das rodovias estaduais em Goiás. Ele relembrou que o estado está em plena colheita da safra 2010/11 e a má condição das principais vias de escoamento da produção tem elevado, sobremaneira, os custos do processo.

Ele falou sobre a iniciativa do Governo do Estado em criar um Fundo para os Transportes e disse que os produtores estão ansiosos em ver a contribuição desse fundo na resolução do problema das rodovias goianas. O governador Marconi Perillo voltou a enfatizar os esforços dessa nova gestão em solucionar o impasse. “Em maio, iniciaremos as obras de recuperação dos principais trechos. Serão dois mil quilômetros nessa etapa inicial”, explicou.


Também houve espaço para manifestações referentes à política agrícola. Schreiner explicou aos produtores presentes no evento que os últimos prejuízos causados pelas chuvas nas lavouras goianas demonstraram a fragilidade da política agrícola nacional. “Uma política calcada somente no crédito e que não leve em consideração a garantia de renda, coloca em risco toda a produção brasileira”. Schreiner explicou que em Goiás, por exemplo, 800 mil toneladas de soja deverão deixar de ser colhidas e não há mecanismo que cubra o prejuízo do produtor.

Participação

Assuntos como esses estão sendo discutidos durante as reuniões das Comissões técnicas da Faeg que foram, em grande maioria, transferidas para o estande do Sistema FAEG/SENAR e Sindicato Rural de Rio Verde na Tecnoshow Comigo 2011. Veja abaixo a programação de reuniões.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink