Faep quer apoio do governo ao café

Agronegócio

Faep quer apoio do governo ao café

Por:
210 acessos

A Federeção da Agricultura do Paraná (Faep) defende o estabalecimento do preço mínimo de R$ 355 a saca como medida urgente para o produtor de café sair do sufoco. O valor, segundo a entidade, é compatível com o custo de produção. Em oficío endereçado ao ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, o presidente do Sistema FAEP, Ágide Meneguette, reivindica ainda o reescalonamento das dívidas do setor de todos os contratos, vencidos ou a vencer, uma vez que o cafeicultor não tem atualmente condições de cumpri-los. De acordo com o dirigente, o cafeicultor do Paraná passa por uma grave crise e desde 2000 o setor vem lutando contra preços baixos e custos de produção elevados. A saca hoje é cotada a menos de R$ 250.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink