Falta de chuvas para o milho ainda preocupa mercado

Agronegócio

Falta de chuvas para o milho ainda preocupa mercado

A área a ser plantada com milho na região Centro-Sul do Brasil deve aumentar 2,5% na safra de verão 2007/08, ocupando 5,715 milhões de ha
Por:
49 acessos

O mercado brasileiro de milho esteve calmo e com poucos negócios na última semana. Conforme o analista de Safras & Mercado, Paulo Molinari, não houve pressão de venda ou de compra. "A atenção esteve concentrada no clima e na falta de chuvas gerais para o plantio de milho", afirmou.

Além disso, a queda no dólar e no mercado internacional também afetaram os negócios. O plantio de soja e milho em Quirinópolis, no sul de Goiás, não deve começar pelo menos nesta semana. A tão aguardada chuva pelos produtores da região não chegou e com isso os trabalhos serão mais uma vez adiados, informa o departamento técnico da Cooperativa Agrícola Mista do Vale do Paranaíba Ltda (Agrovale).

A área a ser plantada com milho na região Centro-Sul do Brasil deve aumentar 2,5% na safra de verão 2007/08, ocupando 5,715 milhões de hectares. No ano passado, os produtores haviam cultivado 5,576 milhões de hectares. A previsão faz parte do primeiro relatório de estimativa de safra divulgado por Safras & Mercado.

O maior incremento de área, de 82%, fica com o Rio de Janeiro, que deverá cultivar 10,1 mil hectares de milho. O recuo maior, de 48,2%, é esperado para o Mato Grosso, que deve ocupar 55,1 mil hectares com o cereal. O plantio da safra 2007/08 no Centro-Sul do Brasil atinge 14,4% neste momento, segundo dados divulgados por Safras, contra 18,1% no mesmo período do ano passado.

Atraso - No Rio Grande do Sul, que cultiva uma área estimada de 1,123 milhão de hectares, o plantio atinge 63%. Em Santa Catarina, o plantio está 32% completo, contra 18% no Paraná e 2% em São Paulo. Nos demais estados os trabalhos ainda não tiveram início.

A área de milho prevista para a safra verão 2007/08 no Centro-Sul é de 5,715 milhões de hectares, abaixo dos 5,777 milhões de hectares cultivados na safra verão 2006/07.

Na quarta-feira passada, no oeste do Paraná, preços a R$ 22/23,00. No Rio Grande do Sul, preços a R$ 25/26,00. Já em São Paulo, valores de R$ 24,50/25,00. Em Campinas, o mercado esteve em R$ 27/27,30 a saca. No Mato Grosso, cotações a R$ 16,50/18,00. Goiás fechou estável, em R$ 21,00. Em Minas Gerais, preços em R$ 24,00.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink