Falta de licença ambiental afeta produção de camarão

Agronegócio

Falta de licença ambiental afeta produção de camarão

Dos 997 empreendimentos em atividade em 14 estados, apenas 465 têm algum tipo de licença
Por:
1 acessos
A falta de licenciamento ambiental de boa parte das empresas de carcinicultura pode restringir o crescimento da atividade no país nos próximos anos. De acordo com a Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC), dos 997 empreendimentos em atividade em 14 estados, apenas 465 têm algum tipo de licença.


O presidente da ABCC, Itamar Rocha, diz que a não-uniformização das leis estaduais, a falta de fiscalização e de vontade política para o setor são entraves para a expansão da atividade, que faturou US$ 250 milhões em 2004. "Sem a licença, a empresa tem dificuldades para comercializar o camarão e não consegue ter acesso ao financiamento bancário. O dinheiro existe, mas os produtores não conseguem por não terem o documento", afirma. Os órgãos ambientais afirmam que o não-licenciamento ocorre no caso de projetos não adequados à legislação.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink