Falta de milho provocada por estiagem resultou na morte de 500 mil animais na Bahia

Agronegócio

Falta de milho provocada por estiagem resultou na morte de 500 mil animais na Bahia

Por:
256 acessos
Na Bahia, cerca de 500 mil bovinos morreram por falta de alimentos. A situação grave no Nordeste brasileiro é reflexo da estiagem prolongada que reduziu os estoques de milho, principal insumo utilizado na criação animal. Produtores e entidades participaram de uma audiência na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) do Senado, na terça-feira (3), para pedir a garantia de abastecimento de milho na região Nordeste. 


De acordo com o secretário de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária do Estado da Bahia, Eduardo Seixas de Salles, o governo precisa acelerar as compras do produto e fazer uma distribuição eficiente, a preços acessíveis. "Até novembro do ano passado mais de 320 mil bovinos morreram no semiárido baiano", conta. Ele conta que o mortandade não é maior porque muitos animais foram levados para outros estados que ainda têm pastagem, como o Pará e Tocantins.


Representante do Ministério da Agricultura e Pecuária, José Maria dos Anjos, afirmou que o problema não é a falta de milho. Segundo ela, a produção foi suficiente para atender a demanda nacional e promover exportação. "O que falta não é milho, é logística, que no Brasil é ?zero?, é sucata", pontuou o presidente da Sociedade Rural Brasileira, Cesário Ramalho da Silva, durante audiência no Senado.


De acordo com Érico Antonio Pozzer, que preside a Câmara Setorial da Cadeira Produtiva de Aves e Suínos, pequenos e médios produtores da cadeira de aves e suínos, mesmo fora do Nordeste, enfrentam dificuldades de abastecimento regular, a preços estáveis.


*com informações da Agência Senado

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink