Farelo de algodão mais caro, no embalo do farelo de soja

Agronegócio

Farelo de algodão mais caro, no embalo do farelo de soja

Oferta do produto não está grande, o que colabora com um mercado firme
Por:
525 acessos

No embalo das recentes valorizações da soja e de seus subprodutos, o farelo de algodão vem ganhando força. A oferta do produto não está grande, o que colabora com um mercado firme.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, a tonelada do farelo de algodão em São Paulo ficou cotada, em média, R$885,23, sem o frete, em maio.

Em relação a abril, houve alta de 17,8%. Frente ao mesmo período do ano anterior, a valorização foi de 42,8%. Considerando a praça de São Paulo, atualmente são necessárias 5,7 arrobas de boi gordo para a compra de uma tonelada do insumo.

Na comparação com abril deste ano, o poder de compra do pecuarista diminuiu 19,4% em relação ao produto. Frente a maio do ano passado, a relação de troca piorou 37,1%.

A oferta do farelo de algodão deve aumentar no fim de junho e início de julho, com o início da colheita, o que deve colaborar para que o mercado perca força.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink