Fávaro busca com Blairo e mais três ministros recursos para a cadeia produtiva de Mato Grosso

Agronegócio

Fávaro busca com Blairo e mais três ministros recursos para a cadeia produtiva de Mato Grosso

Entre as pautas está a validação do pedido de homologação dos processos de emergência
Por:
1036 acessos

Entre as pautas está a validação do pedido de homologação dos processos de emergência

Demandas do setor produtivo de Mato Grosso e de cooperativas de crédito serão discutidas pelo vice-governador Carlos Fávaro em Brasília (DF) com os ministros Blairo Maggi (Agricultura), Gilberto Kassab (Tecnologia e Comunicação), Bruno Araújo (Cidades) e José Mendonça Bezerra Filho (Educação). Entre as pautas a serem levadas aos ministros está a validação do pedido de homologação dos processos de emergência solicitadas pelos 29 municípios do Estado em decorrência a seca, além de recursos para um programa de retenção de matrizes suínas e estoques reguladores de matéria-prima, como milho e farelo.

Os encontros com os ministros, que contarão com a presença da bancada federal de Mato Grosso, ocorre nesta terça-feira, 11 de outubro. As pautas a serem discutidas às autoridades do governo Michel Temer são demandas apresentadas pelas cadeias produtivas de Mato Grosso e cooperativas de crédito.

A primeira agenda do vice-governador de Mato Grosso, conforme o Governo do Estado, é com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, durante a manhã. Na ocasião, Fávaro deverá apresenta a demanda da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat) quanto a garantia de recursos para um programação de retenção de matrizes, bem como estoques reguladores de matéria-prima, como é o caso do milho e farelo.

Outra pauta a ser debatida com Blairo Maggi é a solicitação apresentada pelas cooperativas de crédito Sicredi e Sicoob na semana passada ao governador Pedro Taques quanto ao acesso do repasse do recurso do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). O pedido das cooperativas de crédito é que haja um incremento no repasse de recursos do FCO para poder atender aos produtores.

Na passagem de Fávaro por Brasília nesta terça-feira contam ainda reuniões com o ministro de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, Gilberto Kassab, acompanhado do senador José Medeiros, onde serão levadas demandas relativas à telefonia fixa, móvel, bem como ao acesso a internet. Já com o ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, a pauta é quanto ao projeto de levar um campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para Lucas do Rio Verde. O município do Médio-Norte, é inclusive, pauta com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, no que tange a saneamento básico.

Situação de emergência

A validação do pedido de homologação dos processos de emergência solicitadas pelos 29 municípios mato-grossenses que sofreram com a seca durante a safra 2015/2016 é outro assunto que consta na pauta do vice-governador em Brasília. Um ofício elaborado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) com a solicitação será deixado com a bancada federal mato-grossense para que seja entregue ao ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, para que seja feita a homologação. 

Em Mato Grosso, como o Agro Olhar já comentou, a quebra na soja foi de aproximadamente 1 milhão de toneladas e estima-se que cerca de R$ 1 bilhão tenham deixado de circular no Estado. Na cultura de milho o resultado foi 7,2 milhões de toneladas a menos que colhido na safra 2014/2015, o que levou a aproximadamente R$ 2,470 bilhões deixarem de circular.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink