Feijão custa quase 50% menos do que há um ano

Agronegócio

Feijão custa quase 50% menos do que há um ano

Segundo o estudo do Dieese, os preços do feijão e do arroz tiveram queda em 16 das 17 capitais pesquisadas
Por:
362 acessos

Depois de ter sido um dos vilões da inflação no final de 2007, o feijão está entre os oito itens da cesta básica que apresentaram recuo de preços, em maio, na cidade de São Paulo, na comparação com igual período do ano passado. A constatação é do levantamento mensal do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioêconômicos (Dieese).

O tipo mais consumido pelos paulistanos, o feijão carioquinha, ficou 6,94% mais barato em maio sobre abril e caiu 48,66 % na comparação com maio do ano passado. Segundo o estudo do Dieese, os preços do feijão e do arroz tiveram queda em 16 das 17 capitais pesquisadas. Esse declínio contribuiu para que o valor da cesta básica caísse em 12 capitais, além do Distrito Federal.

Segundo o coordenador da pesquisa, o economista José Maurício Soares, em 2007 a seca havia prejudicado a oferta do feijão e, agora, com a melhoria da safra, o abastecimento foi equilibrado, permitindo baratear o produto. Ele destacou que as enchentes no Norte e no Nordeste do país estão pressionando os preços de alguns produtos naquela região, tanto pelo impacto em áreas produtivas quanto pela dificuldade no escoamento dos produtos.

Soares disse também que há alguma pressão em decorrência da seca no Sul do país. Mas considerou que, mesmo que ocorram mais interferências, como geadas, os preços da cesta básica na média do país deverão se manter estáveis.

Nos cinco primeiros meses deste ano, o valor da cesta básica caiu nos seguintes locais: Natal com R$ 201,16 (-5,47%); Porto Alegre, com R$ 243,43 (-4,48%); Aracajú, com R$ 168,80 (-12 67%); Vitória, com R$ 225,45 (-0,92%); João Pessoa, com R$ 189 00 (-5,76%); Florianapólis, com R$ 214,18 (-10,40%); Manaus , com R$ 213,68 (-5,38%); São Paulo, com R$ 227,36 (-5,06%; Curitiba com R$ 211,33 (-7,87%); Belo Horizonte com R$ 216,09 (- 6,15%); Brasília com R$ 221,34 (-6,27%); Fortaleza com R$ 185,33 (-6,08%) e Rio de Janeiro com R$ 221,01 (-7,83%).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink