Feijão resistente ao mosaico dourado

Agronegócio

Feijão resistente ao mosaico dourado

Nova tecnologia deverá chegar ao produtor em 2015
Por:
1789 acessos
Nova tecnologia deverá chegar ao produtor em 2015

Ainda não existe imunidade à doença do mosaico dourado, virose mais importante de feijoeiros. Ainda. Pois a palestra "O Feijão Transgênico da Embrapa", a ser ministrada pelo pesquisador Josias Correia de Farias, na TECNOSHOW COMIGO 2012, vai mostrar que, muito em breve, os produtores terão a solução para o problema.

O mosaico dourado (Beangoldenmosaicvirus) transmitido pela mosca branca (Bemisia tabaci) é conhecido desde 1965, mas as medidas de controle possíveis não foram adequadas para eliminar as perdas causadas. "A Embrapa sempre esteve atenta ao problema desde o seu inicio, nos anos 70", explica Farias. Devido à falta de oportunidades para o controle do mosaico dourado, a Embrapa optou por aplicar a tecnologia do DNA recombinante na solução do problema agrícola em cultura considerada órfã.

De acordo com o pesquisador, o feijão foi avaliado quanto à sua biossegurança e aprovado pela CTNBio em 2011. Na palestra, alguns detalhes dos estudos de biossegurança serão apresentados. "O feijão Embrapa 5.1 é resistente ao mosaico dourado e deverá chegar aos produtores em 2015 como alternativa de cultivo sem preocupação com mosca branca ao nível de vetor de mosaico dourado", afirma o palestrante.

Sobre o pesquisador

Josias Correa de Faria é Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Viçosa (MG) em 1972. Possui mestrado em Microbiologia Agrícola em 1974 pela mesma Universidade, é Ph.D. em Fitopatologia e Genética de plantas pela Universityof Wisconsin - Madison, USAem 1982. Possui Pós-doutorado em Virologia Molecular pelo Institute of Molecular Virology da Universityof Wisconsin, 1990. O pesquisador desenvolve as suas atividades na área de transformação genética de plantas para tolerância a doenças e estresses, e tem se dedicado a aspectos de biossegurança de organismos geneticamente modificados. Seus trabalhos encontram-se em mais de 50 artigos científicos publicados em revistas nacionais e internacionais.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink