Feira agrícola promove o resgate e a manutenção das sementes crioulas

Agronegócio

Feira agrícola promove o resgate e a manutenção das sementes crioulas

Para promover o resgate e a manutenção das sementes de espécies agrícolas crioulas, instituições realizam a 12ª Feira de Sementes Nativas e Crioulas e Produtos Agroecológicos.
Por:
997 acessos

Para promover o resgate e a manutenção das sementes de espécies agrícolas crioulas, instituições realizam, de 15 a 17 de julho, a 12ª Feira de Sementes Nativas e Crioulas e Produtos Agroecológicos e o 5º Seminário sobre Uso e Conservação do Cerrado do Sul de Mato Grosso do Sul, em Juti, MS. O público-alvo são agricultores e agricultoras familiares e comunidades indígenas do sul de Mato Grosso do Sul.

Esses agricultores são considerados guardiões da biodiversidade por cultivarem, manejarem e conservarem um número de espécies e variedades com diversidade genética, que são resultado de seleção natural. Entre os exemplos podem ser citados Crotalaria Ochroleuca, Crotalaria juncea, feijão-de-porco, mucuna-preta; feijão comum, milho branco, milho amarelo azedo, maracujá e abacaxi. A troca de sementes e de experiências, durante o evento, será realizada por meio de apresentação de trabalhos, debates em mesas redondas, oficinas e minicursos.

As instituições realizadoras são a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), a Prefeitura Municipal de Juti, Embrapa Agropecuária Oeste, Associação de Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul (Apoms), Comissão Pastoral da Terra (CPT), e Instituto Cerrado Guarani.

A contribuição da Embrapa Agropecuária Oeste durante o evento ocorrerá na mediação da mesa redonda sobre manejo e conservação das sementes crioulas, no sábado, 16 de julho, das 9 horas às 11h30, com o pesquisador Milton Parron Padovan. No domingo,  na parte da manhã, uma das oficinas será sobre o manejo agroecológico dos solos com a compostagem e vermicompostagem, sob a responsabilidade do pesquisador Ivo de Sá Motta.

Segundo o pesquisador Padovan, da Embrapa Agropecuária Oeste, o manejo e conservação das sementes crioulas é importante por proporcionar maior autonomia aos agricultores, porque reduz a dependência de compra de sementes das empresas sementeiras. Outro benefício é que "pode contribuir para a diminuição dos custos de produção, uma vez que requerem menos insumos (fertilizantes, por exemplo) e aumentam a diversidade genética nos ambientes agrícolas, resultando em menores riscos de perdas devido a adversidades climáticas", afirma.

Quanto à técnica de compostagem e vermicompostagem, o pesquisador Motta, também da Embrapa Agropecuária Oeste, diz que é uma excelente maneira de aproveitar recursos locais da propriedade rural (ou até mesmo em residências urbanas) dando destinação adequada e reciclando materiais. "Essas duas técnicas reduzem custos, além de serem tecnologias de fácil adoção e para produção de insumos na propriedade agrícola. São processos biológicos utilizados na transformação de resíduos de origem animal e vegetal em insumos agrícolas de excelente qualidade", diz.

Programação - No primeiro dia, haverá o Seminário de Agroecologia de Caravanas do Centro-Oeste, das 8 às 17 horas de 15 de julho. No evento, no dia 16, também estarão a Embrapa Florestas com o minicurso "Análise de viabilidade financeira de Sistemas Agroflorestais", ministrado pelo pesquisador Marcelo Francia Arco-Verde; a Embrapa Pantanal, com o pesquisador Alberto Feiden, que ministrará o minicurso "Planejamento da produção e sustentabilidade em sistemas de transição agroecológica", e com o pesquisador Aurelio Vinicius Borsato, que ministrará o curso "Diversidade de plantas companheiras". No dia 17, José Felipe Ribeiro, pesquisador da Embrapa Cerrado, realiza a oficina "Restauração Ecológica e o nova Lei Florestal  Brasileira" (confira a programação completa no site).

Inscrições - A taxa de inscrição é  um quilo de sementes ou de alimento não perecível ou R$ 5 no dia do evento. As inscrições serão no primeiro dia das 14 às 16 horas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink