Agronegócio

Feira da Agricultura Familiar é atração na Fenadoce

Desde o início da 24ª Festa Nacional do Doce (Fenadoce), no dia 25 de maio, um dos espaços que tem atraído a atenção do público visitante é a Feira da Agricultura Familiar.
Por:
386 acessos

Desde o início da 24ª Festa Nacional do Doce (Fenadoce), no dia 25 de maio, um dos espaços que tem atraído a atenção do público visitante é a Feira da Agricultura Familiar. Em sua segunda edição, o espaço reúne cerca de 30 expositores do município de Pelotas e da região, que disponibilizam produtos como queijos, vinho, salame, erva-mate, artesanato em lã e indígena e flores.

Dados preliminares contabilizaram, até a segunda-feira (06/06), a comercialização de R$ 200 mil com produtos das agroindústrias familiares, artesanatos e floricultura. Segundo o gerente adjunto do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Pelotas, Ronaldo Clasen Maciel, embora ainda não tenha sido realizado um balanço oficial, a Feira da Agricultura Familiar tem registrado um dos maiores índices de movimento por banca, com uma das melhores médias proporcionais do Rio Grande do Sul. "Os bons números preliminares de visitação e comercialização obtidos nesse ano já criam boa expectativa para a terceira edição da Feira. A ideia é acrescentar espaços para outros agricultores e diversificar ainda mais os produtos oferecidos", destaca.

As bancas de produtos artesanais também têm despertado o interesse do público. "Estamos em época de frio e as bancas de artesanato em lã têm sido muito procuradas. São produtos de qualidade e que possuem um grande valor agregado. O artesanato indígena também vende bem. É um produto diferente e com boa aceitação do público", finaliza Maciel.

A Segunda Feira da Agricultura Familiar é promovida pela Emater/RS-Ascar, Fetag, Embrapa, Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Arranjo Produtivo Local (APL) de Alimentos e Prefeitura de Pelotas. O espaço pode ser prestigiado até o próximo domingo (12/06) quando se encerra oficialmente a Fenadoce.

Certificação

Em uma solenidade realizada na segunda-feira (06/06) aconteceu a entrega dos Certificados de Inclusão no Programa Estadual de Agroindústria Familiar a três agroindústrias da região: Tacy Biscoitos, do município de Turuçu; Sul Leite, de Santa Vitória do Palmar; e Núcleo de Criadores de Ovinos, de Pinheiro Machado. Na ocasião, a agroindústria Produtos Caseiros Figueirinhas, do município de Capão do Leão, recebeu o Atestado de Cadastro no Programa. "A agroindustrialização de produtos da agricultura familiar é uma atividade importante para promoção da oferta e comercialização, gerando renda às famílias do campo", explica o engenheiro de alimentos da Emater/RS-Ascar, Renato Cougo dos Santos.

Prestigiaram o ato a diretora administrativa da Emater/RS-Ascar, Silvana Dalmás; o secretário da SDR, Tarcício Minetto; os representantes da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Adilson Boroxid, e da Embrapa Clima Temperado e APL de Alimentos, Daniel Aquini, bem como prefeitos, vereadores e secretários municipais da região.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink