Feira do produtor ganha posto de venda de pescado vivo

Agronegócio

Feira do produtor ganha posto de venda de pescado vivo

Com a iniciativa serão gerados 50 novos postos de trabalho com empregos diretos
Por:
368 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Com a iniciativa serão gerados 50 novos postos de trabalho com empregos diretos

A Feira do Produtor, no bairro Buritizal, zona sul de Macapá, conta agora com um poto de venda de pescado vivo. O espaço foi inaugurado no último sábado, 6, e disponibilizou 2 toneladas de peixes de diferentes espécies. A iniciativa é uma ação da Agência de Pesca do Amapá (Pescap) em parceria com piscicultores, e atende ao Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Pecado “ Mais Peixe”.

Além da geração de emprego e renda, o objetivo do espaço é fortalecer o desenvolvimento da cadeia produtiva do pescado proveniente da piscicultura. As espécies mais comercializadas foram tambaqui, pirapitinga, dourada e sarda.

Segundo dados da Agência de Pesca, o Amapá tem registrado em média 500 piscicultores concentrados, principalmente, nos municípios de Calçoene, Oiapoque, distrito do Coração e na região da Abacate da Pedreira. De acordo com o coordenador de desenvolvimento de pesca e aquicultura do Amapá, Edson dos Santos, as políticas públicas para a área ganharão um incentivo extra.

“Está em andamento uma linha de fomento para piscicultores. Os critérios para acessar os créditos estão sendo pensados, levando em conta as especificidades da piscicultura”, destacou.       

A perspectiva é que até o final de 2017 sejam implantados 12 postos de venda. Os peixes comercializados estão no valor de 10 reais o quilo, sendo que os tamanhos dos peixes variam de 2 quilos a 2,5 quilos. O bairro do Perpétuo Socorro deverá ser o próximo local a receber um posto.

Com a iniciativa serão gerados 50 novos postos de trabalho com empregos diretos com a previsão de comercialização de 32 toneladas ao mês, gerando uma receita de aproximadamente 320 mil mensais.

Inicialmente, os consumidores poderão comprar o pescado na Feira do Buritizal durante os finais de semana (sábado e domingo) e nos dias de terça e quinta-feira, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas.   

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink