Fenômeno La Niña vai influenciar o inverno de 2016

Agronegócio

Fenômeno La Niña vai influenciar o inverno de 2016

Primeiro dia do inverno marca como será a estação: com baixas temperaturas
Por: -Aline Merladete
7521 acessos

Primeiro dia do inverno marca como será a estação: com baixas temperaturas

O inverno iniciou nesta segunda-feira (20.06), às 19h34, horário oficial de Brasília, e deve registrar chuvas acima da média. O período de junho a setembro pode ter variação entre dias secos e úmidos, mas com frequentes avanços de frentes frias, que garantem as chuvas na estação.  Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia o último inverno rigoroso registrado foi em 2013.  A estação termina às 11h21 do dia 22 de setembro.

O fenômeno climático El Nino, que influenciou o clima neste último ano, perdeu intensidade e uma nova fase está iniciando, que é a volta do fenômeno climático La Niña, a qual vai influenciar o clima no decorrer das próximas estações, inverno, primavera e verão. Com isto, no sul do Brasil a estação será marcada pelas temperaturas mais baixas além de um maior número de dias com ocorrência de geadas, devido a entrada de massas de ar de forte intensidade. Quanto às precipitações, devem o mudar o padrão que apresentaram no último ano, com chuvas mais irregulares e abaixo da média, intercalando períodos curtos com muita chuva com períodos maiores com pouca ou nenhuma precipitação, durante o inverno, primavera e verão.

De acordo com o meteorologista do INMET- Instituto Nacional de Meteorologia, Luiz Renato Lazinski, quanto aos estados mais afetados, pode-se afirmar que todo o centro-sul do Brasil será afetado pela influência do La Nina, algumas áreas mais e outras menos, no sul do Brasil, por exemplo, as áreas mais a oeste dos três estados, normalmente são as mais afetadas, pela irregularidade das chuvas e volumes abaixo da média. O meteorologista ainda afirma que o último inverno mais rigoroso foi em 2013, já que em 2014 e 2015 foram mais quentes que o normal.

Foto: Carlos R. Dellavalle
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink