Fepagro e Embrapa estudam parceria para desenvolver trigo gaúcho
CI
Agronegócio

Fepagro e Embrapa estudam parceria para desenvolver trigo gaúcho

Parceria representa para a Fundação uma volta às origens
Por:
A Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) está debatendo uma parceria com a Embrapa Clima Temperado para o desenvolvimento de variedades de trigo adaptadas para as diferentes regiões gaúchas. A proposta envolverá a capacitação de técnicos da Fundação e a disponibilização de laboratórios da Embrapa para avaliação da qualidade do grão.


A Fepagro entrará também com as áreas, pessoal para o plantio e experimento das variedades, o que será feito nas unidades de Vacaria (Fepagro Nordeste), Santa Rosa (Fepagro Noroeste), São Gabriel (Fepagro Forrageiras) e, no futuro, Júlio de Castilhos (Fepagro Sementes).


A parceria representa para a Fundação uma volta às origens. A Fepagro é pioneira em melhoramento de trigo no Brasil. Em seus laboratórios foram desenvolvidas as primeiras variedades desta cultura, inicialmente pelo agrônomo tcheco Karel Gayer e, depois, pelo pesquisador sueco Iwar Beckman. A variedade Frontana, considerada a base do trigo moderno no Brasil e utilizada em programas de melhoramento em todo o mundo, foi desenvolvida por Beckman. Atualmente, a Fepagro já possui linhagens promissoras que poderão gerar novas cultivares. A expectativa é que ainda este ano comecem os primeiros trabalhos de seleção de materiais.


A parceria entre as instituições foi debatida na quarta-feira (15), na Fepagro Serra, em Veranópolis. Pela Fepagro, participaram da reunião o diretor técnico Luciano Kayser Vargas, a chefe da Divisão de Pesquisa e Inovação Tecnológica Bernardete Radin, a coordenadora de assessoria Andréia Sá Brito e os pesquisadores Cláudia Fogaça, Jacson Zuchi, Marcelo Toigo e Rogério Aires. Representaram a Embrapa os pesquisadores Eduardo Caierão, Ricardo Lima de Castro, e os chefes de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa Trigo, Ana Christina Albuquerque, e de Transferência de Tecnologia, Adão Acosta.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.