Ferropar usa Porto de São Francisco do Sul (SC) para escoar soja


Agronegócio

Ferropar usa Porto de São Francisco do Sul (SC) para escoar soja

Por:
10 acessos

A Ferropar, concessionária da Ferroeste, trocou o Porto de Paranaguá por São Francisco do Sul, em Santa Catarina, para transportar grãos destinados à exportação. A estimativa do Conselho dos Usuários da Ferroeste é de que aproximadamente 300 toneladas de soja foram embarcadas pelo porto catarinense com destino à Europa. Segundo a concessionária, os embarques são provisórios e vão durar até que haja a retomada total dos serviços no porto paranaense.

O presidente do Conselho dos Usuários da Ferroeste, Alcides Cavalca Neto, disse que a opção pelo porto catarinense é a alternativa encontrada pelas empresas e cooperativas da Região Oeste para evitar prejuízos e manter os contratos em dia com os seus clientes. Para Cavalca, o setor produtivo não suportaria o prolongamento da greve no Porto de Paranaguá por mais uma semana sob risco de ocorrerem enormes prejuízos aos exportadores de grãos. Segundo ele, as perdas só não foram maiores porque, com a quebra na produção de soja, havia espaço nos armazéns.

Na Região Oeste, a estiagem provocou a quebra de 25% da produção do grão, ou seja, 712 mil toneladas, segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Estado da Agricultura. Isso representa um prejuízo de aproximadamente R$ 600 milhões aos agricultores. De acordo com a Ferropar, cerca de 15 empresas e cooperativas utilizam o transporte ferroviário para escoar a produção de grãos da região via Porto de Paranaguá. Com a greve, a Ferropar redirecionou diariamente 60 vagões carregados de soja para São Francisco do Sul.

A concessionária informou que o redirecionamento logístico é a solução encontrada para não comprometer os contratos dos seus clientes com os importadores. A empresa iniciou a operação há cinco dias, depois que os vagões cheios de farelo e soja começaram a ocupar o pátio da estação ferroviária em Cascavel. Cerca de 40% do transporte da concessionária era destinado ao Porto de Paranaguá. Os demais seguem para indústrias de beneficiamento em Guarapuava, Ponta Grossa e região metropolitana de Curitiba.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink