Ferrugem asiática preocupa produtores do RS
CI
Agronegócio

Ferrugem asiática preocupa produtores do RS

Alguns produtores estão encontrando dificuldades na aplicação dos defensivos
Por: -Sandra

A soja no Rio Grande do Sul começa acelerar seu amadurecimento, com 20% da área pronta para ser colhida. Na semana, o percentual colhido alcança os 3%, não sendo maior devido às freqüentes chuvas.

Tanto os rendimentos obtidos até o momento como o potencial apresentado pelas lavouras maduras estão bem acima do esperado em todas as regiões produtoras. A única preocupação no momento é quanto à possibilidade de uma maior incidência da ferrugem asiática, principalmente nas variedades de ciclo médio e tardio que se encontram em fase de floração e início de formação de vagens e enchimento de grãos.

Alguns produtores estão encontrando dificuldades na aplicação dos defensivos, uma vez que as lavouras apresentam massa foliar bastante densa, dificultando o contato do produto com as partes inferiores da planta e diminuindo a eficiência do mesmo. Mesmo assim, não há, por hora, informações sobre prejuízos de grande monta, com os produtores conseguindo controlar os efeitos da doença a contento.

Na comercialização, tanto os preços à vista como a futuro seguem em ligeira elevação devido à demanda aquecida. O preço médio da saca de 60 kg oferecido ao produtor ficou em R$ 27,90, representando um aumento de 0,11% em relação à semana anterior. As informações são da assessoria de imprensa da Emater/RS.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink