Ferrugem da soja chega ao sul do Rio Grande do Sul

Agronegócio

Ferrugem da soja chega ao sul do Rio Grande do Sul

.
Por:
1 acessos

A Embrapa Clima Temperado divulgou ontem que a ferrugem asiática foi identificada em lavouras das regiões Sul e Norte do Rio Grande do Sul. A entidade observou que a doença havia sido detectada em caráter preliminar por pesquisadores da unidade no fim de fevereiro no Estado. Em 2003, os técnicos já tinham identificado a ferrugem na fase final da colheita. Causada por um fungo, a doença - que existia apenas na Ásia e Austrália - foi encontrada no continente americano em 2001, no Paraguai. Ainda não há cultivares tolerantes à doença. A ferrugem é de rápida evolução e elevado potencial de dano. A Embrapa recomendou atenção aos produtores para detectar o aparecimento da doença, que deve ser controlada pela aplicação de fungicidas. A ferrugem produz pontuações nas folhas, inicialmente de cor verde-acinzentada, que mudam depois para castanho-clara e castanho-escura. As folhas infectadas amarelam, secam e caem.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink