Fertilizantes com alto teor de enxofre beneficiam o cultivo da soja

Agronegócio

Fertilizantes com alto teor de enxofre beneficiam o cultivo da soja

Estudo comparou o desempenho de diversos produtos fosfatados aplicados durante duas safras em lavouras no Rio Grande do Sul
Por:
5941 acessos

A Mosaic Fertilizantes, uma das maiores produtoras de fosfatados e potássio combinados, realizou em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria pesquisas de produtividade entre as safras 2012/2013 e 2015/2016, no Rio Grande do Sul. Foi comparado em plantações de soja o desempenho de fertilizantes convencionais a fertilizantes premium, que possuem altas concentrações de nitrogênio, fósforo e enxofre em sua fórmula.

Em estudo de longa duração realizado na Cooperativa Central Gaúcha Leiteira (CCGL) e na Universidade Federal de Santa Maria, foi avaliada a eficácia do fertilizante premium quando comparado a fertilizantes comuns e fórmulas. Para a realização da pesquisa, todos os nutrientes foram balanceados e todos os nutrientes faltantes no plantio foram aplicados a lanço em cobertura.

Testes com fertilizantes

Durante 4 anos os estudos foram conduzidos na cultura da soja em duas áreas, sendo uma em Cruz Alta, na região do planalto, e outra em São Vicente do Sul, no sul do estado, com o objetivo de avaliar a resposta da cultura a diferentes fontes de fósforo. Foram comparados fertilizantes fosfatados com enxofre elementar e sulfato com MAP, 00.20.20 e 05.25.25.

A produtividade da soja onde foi aplicado o fertilizante com nitrogênio, fósforo e enxofre em sua fórmula teve, nos 4 anos de estudo, uma média 57 sacas por hectare, 4 sacas a mais do que a média obtida com MAP e 3 sacas a mais do que obtido com os fertilizantes formulados 00.20.20 e 05.25.25.

Também foi analisado o peso de 100 grãos de soja de cada safra. O fertilizante fosfatado com enxofre elementar e sulfato resultou em média 16.31g, enquanto o MAP, 00.20.20 e 05.25.25 resultaram em 16.07g, 16.25g e 16.02g, respectivamente. “Sempre reforçamos o dado de que a fertilidade do solo pode ser responsável por até 60% da produtividade da lavoura e, ao observarmos os resultados deste estudo, fica evidente as vantagens do uso de fertilizantes com fórmula diferenciada”, afirma Silvano Abreu, especialista agronômico na Mosaic.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink