Festa da Uva 2019 garante acessibilidade e conforto aos visitantes

Festa da Uva

Festa da Uva 2019 garante acessibilidade e conforto aos visitantes

Evento ou prestigiam os desfiles artísticos e os shows nacionais
Por:
146 acessos

A Festa da Uva 2019, que segue até domingo, 10, no Parque Mario Bernardino Ramos, em Caxias do Sul, tem um projeto diferenciado para melhorar a acessibilidade e a inclusão de pessoas com deficiência que visitam o evento ou prestigiam os desfiles artísticos e os shows nacionais. Versão em Libras do Hino Nacional e do Rio-Grandense, presença de coral de intérpretes nos desfiles, ingressos gratuitos e reforma no Parque de Eventos estão entre as ações desenvolvidas pela Comissão Comunitária da Festa da Uva, em parceria com a Prefeitura de Caxias do Sul, para receber bem as pessoas com deficiência.

A inclusão já pode ser vista desde a largada do evento em 22 de fevereiro. A intérprete de Libras foi Leticia de Lucena, enquanto os irmãos Andrei e Tainá Borges, surdos e famosos no Youtube pelo canal Visurdo, com mais de 100 mil inscritos, entoaram os versos do Hino Nacional e do Hino Rio-Grandense, em libras.  Nos desfiles realizados tanto na Sinimbu, quanto no Parque de Eventos, uma intérprete traduz o roteiro na linguagem dos sinais, e um coral de intérpretes acompanha todo o espetáculo junto com os músicos e narradores.

O coral vestido de preto, que é cor indicada para intérprete de libras, encerra o desfile atrás do vagão imperial onde estão as soberanas e embaixatrizes. O grupo é composto por estudantes, pais e colaboradores da Escola Caminhos do Saber. A idealizadora do coral Leticia de Lucena conta que teve a ideia quando viu o primeiro ensaio para o espetáculo.

“Sempre dancei ballet e para mim as Libras é como o ballet com as mãos, então quando vi a coreografia no ensaio para os desfiles pensei em incluirmos no espetáculo um coral em Libras. A ideia foi bem aceita e em 1h30min o grupo aprendeu a coreografia com a música tema e temos um retorno positivo da comunidade surda que disse se sentir realmente parte do desfile, principalmente, porque são ouvintes que traduzem a letra e há essa troca e inclusão”, destaca.

Além disso, a Comissão Comunitária repassou à Prefeitura 1,5 mil ingressos gratuitos para pessoas com deficiência. A Coordenadoria da Acessibilidade atende o público junto ao Centro de Informações Turísticas (CIT), na entrada do parque. No espaço, é possível retirar o ingresso, conforme disponibilidade. O município também realiza visitas guiadas com audiodescrição de sexta-feira a domingo, das 16 às 18h, e o empréstimo de cadeiras de rodas para pessoas com mobilidade reduzida. Há ainda atendimento especializado, com conversação em Libras para quem tiver necessidade.

O investimento em acessibilidade começou antes ainda da abertura da Festa da Uva 2019. Na ocasião, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Smosp) executou melhorias nas áreas interna e externa do Parque de Eventos Mário Bernardino Ramos. Entre as reformas está a construção de uma nova rampa de acessibilidade em frente ao restaurante Tulipa e a extensão da calçada de concreto armado com piso tátil no acesso ao Portão 8 e na alameda central do Parque. 

Para facilitar o embarque e desembarque de cadeirantes e pessoas com deficiência nos shows nacionais, a festa também disponibilizou uma área para embarque e desembarque pelo Portão 4 (atrás do palco) na Casa Della Mùsica.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink