Fiscais obtêm reajuste e greve deve terminar

Agronegócio

Fiscais obtêm reajuste e greve deve terminar

Os dirigentes aceitaram um aumento salarial médio de 45%
Por:
10 acessos

O comando nacional de greve dos fiscais federais agropecuários aceitou um acordo para colocar um fim na paralisação iniciada em 18 de junho passado. Os dirigentes aceitaram um aumento salarial médio de 45% para os 13 níveis de carreira oferecido pelo governo. Com isso, a remuneração base inicial saltaria para R$ 5.107 e a final, para R$ 8.155. A proposta foi submetida ainda nessa terça-feira (26-06) aos comandos estaduais do movimento. A resposta deve sair até esta quinta-feira (28-06), mas a categoria só voltará ao trabalho após publicação oficial das regras.

"Mesmo se o acordo for aprovado na base, continuamos em estado de greve por 20 dias", disse o vice-presidente da associação dos fiscais (Anffa), Wilson de Sá. A proposta também inclui regras para ascensão funcional, gratificações, qualificação e capacitação profissional. Há, ainda, um passivo de R$ 48 milhões devido a 1,6 mil médicos veterinários por diferença de carga horária anterior a 1990. O acordo foi costurado em conjunto pelos ministérios da Agricultura e do Planejamento e deputados da bancada ruralista.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink