Fiscalização de produtos agropecuários será facilitada
CI
Imagem: Divulgação
NA ADUANA

Fiscalização de produtos agropecuários será facilitada

Várias plataformas serão reunidas em um único portal facilitando a importação
Por: -Eliza Maliszewski

A partir desta quinta-feira (1º) a fiscalização aduaneira será menos burocrática. Novas regras que entram em vigor permitem a integração de sistemas do governo para facilitar a entrada de produtos agropecuários. Isso será possível graças a reunião de várias plataformas em um só portal, facilitando o gerenciamento entre governo e operadoras privadas e a consequente redução no tempo de liberação das operações.

A medida vale para aquelas consideradas de baixo risco. As operações consideradas de risco intermediário poderão ser dispensadas de vistorias físicas, já que a inspeção será feita com base na documentação. Dessa maneira, os auditores poderão concentrar a fiscalização nas cargas que representem alto risco aos consumidores e à agropecuária brasileira.

“Todas as empresas que importam produtos de interesse agropecuário vão economizar tempo e dinheiro. O trabalho será reduzido, haverá menos erros no preenchimento de formulários e isso vai garantir mais eficiência e rapidez na liberação das cargas”, explica Arthur Achiles de Souza Correa, advogado especialista em Direito Aduaneiro, Empresarial e Internacional.

A mudança foi publicada no Diário Oficial da União no dia 22 de setembro.  
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink