Fiscalização percorre propriedades no MT

Agronegócio

Fiscalização percorre propriedades no MT

Visitas estão sendo realizadas para cobrar a comunicação e a vacinação
Por: -Marcondes Maciel
3 acessos

Fiscais do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea/MT) começaram a percorrer nesta semana as propriedades que não comunicaram a vacinação contra a febre aftosa. As visitas serão feitas por todo Estado, incluindo os pequenos e mini produtores, assentamentos, reservas indígenas e fazendas localizadas num raio de cinco quilômetros dos recintos de leilões e exposições ou que fazem limite com o Pará e a Bolívia.

O prazo para os pecuaristas comunicarem a vacinação desta última etapa do calendário estadual -- concluída no último dia 30 de novembro – terminou no dia 11, à exceção das propriedades situadas no Pantanal, onde a campanha se estendeu até a sexta-feira (15-12). Para o rebanho pantaneiro, o prazo de comunicação se encerra no dia 23.

A multa para quem deixar de comunicar a imunização dos animais nos prazos estabelecidos pelo Indea/MT é de R$ 58 por cabeça não vacinada. A expectativa do Indea/MT é vacinar 100% do rebanho mato-grossense, estimado em 26,84 milhões de animais.

Na etapa de novembro do ano passado, os números da vacinação foram recordes, com a cobertura vacinal atingindo 99,45% do rebanho. Das 26,84 milhões de cabeças cadastradas pelo Indea, foram vacinadas 26,69 milhões.

Por região, Sinop (503 quilômetros ao Norte de Cuiabá) obteve o maior índice de vacinação (99,87%), seguido de Juína (99,83%), com 2,73 milhões de animais vacinados, e Alta Floresta (99,76%), com rebanho vacinado de 3,07 milhões de cabeças. Cuiabá vacinou 2,29 milhões de cabeças (99,61%).

Rebanho - Para este ano, está previsto novo crescimento do rebanho. “Acreditamos que o Estado poderá chegar perto de 28 milhões de cabeças”, prevê o gerente executivo do Fundo Emergencial contra a Febre Aftosa (Fefa), Antônio Carlos de Carvalho. Segundo ele, o rebanho mato-grossense vem crescendo a uma média de 1 milhão de cabeças por ano.

Os números oficiais do rebanho mato-grossense em 2006 serão divulgados juntamente com os resultados da campanha da aftosa, no final deste mês. Na campanha de novembro de 2005, os números apontaram crescimento de 1,68% no rebanho estadual, que passou de 26,40 milhões de cabeças para 26,84 milhões.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink