Florestas e etanol podem ser saídas para a pobreza no Piauí
CI
Agronegócio

Florestas e etanol podem ser saídas para a pobreza no Piauí

O governo pediu à Codevasf projetos para identificar as possibilidades de exploração de recursos florestais
Por:
Um dos Estados menos desenvolvidos do Brasil, o Piauí tem pressa em romper esse estigma. Nesse sentido, o governo estadual pediu à Codevasf projetos para identificar as possibilidades de exploração de recursos florestais e de implantação de um pólo alcooleiro na região do Vale do Parnaíba, que com 250,5 mil quilômetros quadrados cobre quase todo o território piauiense.


Em outubro de 2004, a Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná (Fupef) foi contratada para dar números ao programa de desenvolvimento florestal previsto para a região pelo Plano de Ação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Parnaíba (Planap), elaborado pela Codevasf em parceria com governos estaduais do Piauí e Maranhão e instituições públicas e privadas. Segundo Adriano Lopes Pereira de Melo, gerente de Meio Ambiente da área de revitalização de bacias hidrográficas da Codevasf, o programa foi desenvolvido a pedido do governo do Piauí e envolve plantio florestal (com uso de espécimes de rápido crescimento, como o eucalipto), manejo de variedades nativas e a criação de unidades de proteção, com recuperação e conservação de áreas de interesse para a biodiversidade.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink