FMC destaca importância de iniciativas sustentáveis no mês do Meio Ambiente
CI
Meio Ambiente

FMC destaca importância de iniciativas sustentáveis no mês do Meio Ambiente

Companhia apoio movimento Sou de Algodão que promove o consumo sustentável da matéria-prima
Por:

No mês do Meio Ambiente, a FMC ressalta a importância de iniciativas e movimentos que busquem a conscientização e a preservação ambiental. O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado em 5 de junho, tornando o período referência para debates sobre o tema.

Como parte da missão de desenvolver soluções inovadoras pensadas para a preservação do meio ambiente, e causar impactos positivos nas comunidades que está inserida, a Companhia apoia ações de responsabilidade ambiental, como o movimento Sou de Algodão.

O projeto é uma iniciativa da Abrapa (Associação Brasileira do Produtores de Algodão), com apoio do IBA (Instituto Brasileiro do Algodão). O movimento visa incentivar o uso do algodão, unindo todos os elos participantes da cadeia produtiva da fibra, desde o produtor, passando pela fiação, tecelagem, malharia, confecção e varejo, chegando ao consumidor. A ideia central é ressaltar os atributos positivos de valor e sustentabilidade desta matéria-prima entre os que produzem e consomem moda.

"O Sou de Algodão é inovador e de extrema importância para conscientizarmos os consumidores a utilizar produtos provenientes do algodão. A fibra é uma das matérias primas mais sustentáveis do mundo, podendo ser usada em vestimentas duráveis, embalagens e acessórios de alta qualidade. Além disso, o projeto promove boas práticas também no campo, contribuindo com uma agricultura moderna, eficiente e responsável, por isso, a FMC tem orgulho de apoiar essa causa", destaca o diretor comercial da FMC, Marcelo Magurno.

Em 2019, o Brasil deve colher 2,8 milhões de toneladas de pluma. No contexto mundial, o país é o quarto maior produtor e, pela primeira vez, assume o posto de segundo maior exportador. A sustentabilidade está na base dos números que o país tem alcançado na cotonicultura nas duas últimas décadas e, por isso mesmo, é um dos compromissos da Abrapa, que regem todas as suas ações, principalmente, o programa Algodão Brasileiro Responsável (ABR), que estabeleceu critérios para certificar, em nível nacional, a pluma sustentável e opera em benchmark com a ONG suíça Better Cotton Initiative (BCI). Atualmente, o país é o maior fornecedor mundial de pluma reconhecidamente sustentável, licenciada pela BCI. Nesta safra 31% do montante de algodão BCI do globo vêm do Brasil.

“Uma vez entendida pelos produtores e mercado como importante, o conceito de algodão sustentável precisa ganhar os guarda-roupas. Por isso, a Abrapa lançou, em 2016, na São Paulo Fashion Week, o movimento Sou de Algodão. Seu objetivo é esclarecer e enfatizar as vantagens da matéria-prima para a natureza e para quem usa. A FMC, uma empresa que faz parte da história da Abrapa, é uma grande parceira do movimento, e faz questão de vestir essa camisa. O Sou de Algodão antes de ser uma iniciativa de mercado, é um trabalho a favor de uma mudança de cultura, voltado ao consumo consciente do ponto de vista ambiental, social e econômico”, afirma o Presidente da Abrapa, Milton Garbugio.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.