FMC disponibiliza equipamentos ao IMAmt para auxiliar no combate do Bicudo-do-algodoeiro

Agronegócio

FMC disponibiliza equipamentos ao IMAmt para auxiliar no combate do Bicudo-do-algodoeiro

A FMC Agricultural Solutions doou cinco equipamentos, denominado Atomizador TT-UBV, ao Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt)
Por:
416 acessos

A FMC Agricultural Solutions doou cinco equipamentos, denominado Atomizador TT-UBV, ao Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt). O principal foco do IMAmt é o Programa de Melhoramento Genético de Algodão, cujo objetivo é desenvolver variedades produtivas, com bom rendimento e qualidade de fibra, com ênfase na resistência/tolerância às principais doenças e aos nematoides que incidem no algodoeiro.

Os equipamentos viabilizam a aplicação em UBV (Ultra Baixo Volume) do inseticida Malathion UL, especialmente elaborado para uso no manejo do Bicudo-do-algodoeiro. O IMAmt irá utilizar o equipamento fazendo demonstrações e ajudando os agricultores a fazer as aplicações por meio de contrato de comodato. “Visando às boas práticas agrícolas e a maior eficiência no controle do bicudo, uma das principais vantagens será a viabilização do uso da tecnologia na aplicação terrestre, já que atualmente é feita somente por avião”, destaca o Diretor Comercial FMC, Marcelo Magurno. ?

Desde 2014 a FMC vem atuando junto aos produtores e ao IMAmt por meio do programa Alerta Bicudo, levando informações e tecnologias para o sucesso do controle desta praga. “Percebemos um aumento desta praga nas últimas safras e isso nos motivou a alertar os produtores, intensificando as ações no campo, a fim de buscar mais produtividade e qualidade do algodoeiro”, destaca Magurno.

Para o Diretor do IMAmt, Márcio Souza, o principal benefício do equipamento será a possibilidade de aplicação simultânea de produtos, respeitando as condições de aplicação. “Será possível obtermos maior controle do bicudo, devido a melhor penetração e atingimento preciso ao alvo. O controle dessa praga é realizada de forma preventiva e assim, o produtor irá proteger sua plantação e atingir rendimento superior”, comenta. 

O produtor irá validar a tecnologia e acompanhar os resultados em cinco áreas produtoras de algodão de Mato Grosso. “A FMC identifica as demandas dos produtores e faz o levantamento de informações e operações preventivas de controle do bicudo. Acreditamos que esses equipamentos irão auxiliar no aumento da produção de algodão na região do Mato Grosso. Essa ação vai ao encontro do nosso compromisso de estar sempre lado a lado dos produtores”, conclui Magurno. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink