Força Nacional irá atuar no combate ao desmatamento na Amazônia Legal
CI
Agronegócio

Força Nacional irá atuar no combate ao desmatamento na Amazônia Legal

Os trabalhos serão realizados em caráter permanente e de forma ostensiva
Por:
Os trabalhos serão realizados em caráter permanente e de forma ostensiva
 
O Ministério do Meio Ambiente anunciou nesta terça-feira (09) a criação da Força Nacional de Segurança Ambiental para o combate do desmatamento ilegal nos estados da Amazônia Legal. A nova operação terá o apoio do Exército e do Ministério da Justiça. Os trabalhos serão realizados em caráter permanente e de forma ostensiva.

A Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, afirmou durante a coletiva de apresentação da Força Ambiental que mudou a dinâmica do desmatamento. "Antes era grande, agora são vários como 'formiguinha'. O crime ambiental vem se sofisticando. Para combatê-lo, estamos modernizando nosso sistema de controle".

O conjunto de medidas inclui o Proteger Ambiental, que se constitui no reforço e integração das ações de inteligência ambiental coordenadas pelos órgãos federais. As operações de combate ao desmatamento deste novo grupo serão definidas de forma conjunta pelas Forças Armadas, Força Nacional, Polícia Federal e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo afirmou durante a coletiva que a Força Nacional já vem atuando desde agosto deste ano, mas que agora todas as equipes serão agrupadas e treinadas para o início da operação. Agosto foi o mês que apresentou aumento de 220% no desmatamento em relação ao mesmo período do ano passado, conforme com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Izabella Teixeira declarou ainda que a grupo de combate ao desmatamento será instituído por meio de um decreto presidencial, que deve ser publicado no Diário Oficial da União nos próximos dias.

Desmatamento

A Amazônia Legal perdeu 805,12 km² da sua cobertura entre agosto e setembro de 2012, como indicam os dados do Sistema de Monitoramento em Tempo Real (Deter), do Inpe. Em agosto o desmatamento na Floresta Amazônica foram desmatados522,35 km² e em setembro 282,78 km².

Ainda conforme os dados, Mato Grosso é o estado que lidera o desmatamento na Amazônia Legal nestes dois últimos meses, sendo responsável por desmatar pouco mais de 331 km² de floresta. Em seguida aparecem o Pará (265,4 km²) e Rondônia (116 km²).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink