Fornecedores de trigo evitam participar de leilão do Egito por política contra fungo

Agronegócio

Fornecedores de trigo evitam participar de leilão do Egito por política contra fungo

Egito cancelou sua última licitação de compra de trigo em 31 de agosto
Por:
490 acessos

Egito cancelou sua última licitação de compra de trigo em 31 de agosto

O Egito deve cancelar a sua segunda licitação de compra internacional de trigo consecutiva nesta sexta-feira, depois de não conseguir receber nenhuma oferta de fornecedores, devido à sua proibição total de presença do fungo ergot que poderia cortar seu acesso a suprimentos de grãos do exterior.

O Egito, maior importador de trigo do mundo, cancelou sua última licitação de compra de trigo em 31 de agosto, depois de receber apenas uma oferta de venda. Esse foi a primeira licitação da compradora estatal de grãos do Egito, Gasc, desde o restabelecimento formal da política de tolerância zero ao ergot.

O ergot pode causar alucinações quando consumido em grandes quantidades, mas é considerado inofensivo em baixas quantidades. A política internacional padrão é permitir a presença de até 0,05 por cento do fungo nas importações de trigo, o que a Gasc fazia antes da mudança do mês passado. Fontes do mercado no Cairo disseram que a Gasc estava realizando reuniões com fornecedores e esperavam um cancelamento foram do leilão.

"O risco de oferecer trigo em leilões da Gasc é simplesmente alto de mais no momento. Seria tolo oferecer algo que você sabe que não poderá entregar, e ergot zero é impossível", disse um operador europeu, ecoando o sentimento de diversos outros agentes do mercado.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink