Forte demanda causa excassez de sementes de milho safrinha
CI
Agronegócio

Forte demanda causa excassez de sementes de milho safrinha

IMEA estima que a área plantada no MT vai aumentar 25,8%
Por:

Os agricultores de Mato Grosso e do Paraná estão ansiosos para colher sua soja para que eles possam começar a plantar o milho safrinha em tempo hábil. O Instituto Matogrossense de Economia Agrícola (IMEA) estima que a área plantada com milho safrinha no estado vai aumentar 25,8% e que a produção total aumentará 40%. Se acontecer, a produção de milho safrinha no estado terá um total de 9,8 milhões de toneladas colhidas, o que é significativamente maior do que o 6,9 milhão de toneladas produzidas em 2010/11.

O aumento da área cultivada resultou em escassez de sementes de milho disponíveis e preços mais elevados. Agricultores que esperaram para comprar suas sementes de milho estão descobrindo que os híbridos mais populares foram vendidos há semanas e eles terão de se contentar com segundo ou terceiro nível de híbridos. A oferta apertada causou também aumento no preço médio das sementes de milho no estado que saltou 30% em relação ao ano passado.

Agricultores em Mato Grosso vão plantar o seu milho safrinha após a colheita de soja que iniciou ainda no final de dezembro, mas o tempo chuvoso recente diminuiu o ritmo da colheita de tal forma que apenas cerca de 1% da soja foram colhidos. Normalmente nesta época de 4% a 5% da soja estaria colhida.

A janela de plantio para milho safrinha em Mato Grosso fecha na terceira semana de fevereiro, então ainda há tempo para plantar a safra, mas quanto mais cedo ela é plantada há maior perspectivas de rendimento. Agricultores na parte oeste do estado estão na verdade planejando a safrinha de algodão antes do milho. A safrinha de algodão deve ser plantada antes do final de janeiro e se as chuvas continuarem a atrasar a colheita da soja, é possível que alguns dos acres do algodão destinado possam ser mudados para a produção de soja.

Agricultores no sul do Brasil no Paraná também estão começando a plantar a safra de milho safrinha. A seca prolongada no estado acelerou a maturação da soja precoce em cerca de 10 dias levando a um início antecipado da safra. Agora que finalmente choveu depois de dois meses de seca, os agricultores querem aproveitar a umidade do solo e de plantar o milho safrinha o mais rápido possível.

Os agricultores também têm se apressado na venda antecipada de sua produção de milho safrinha. Na segunda semana de janeiro, aproximadamente 47,5% da produção de milho em Mato Grosso já havia sido vendida.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.