Fórum de Nanotecnologia aproxima setores acadêmico e empresarial

Agronegócio

Fórum de Nanotecnologia aproxima setores acadêmico e empresarial

O objetivo é ouvir as empresas interessadas em desenvolver ou que já desenvolvem produtos à base de nanotecnologia
Por:
1033 acessos
Ao final, será produzido documento para nortear futuras iniciativas na área

De olho numa área que poderá render mais de US$ 2 trilhões anualmente e demandar milhões de trabalhadores até 2015, representantes do governo, empresas e academia, que compõem o Fórum de Nanotecnologia, estão unidos na tentativa de identificar gargalos e estreitar a relação entre eles. Questões como estas serão discutidas no Workshop Nanotecnologias: Expectativas da indústria brasileira, programado para os dias 2 e 3 de dezembro, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP).

Cerca de 200 pessoas já confirmaram participação, sendo a maioria, representantes de empresas.

De acordo com o pesquisador da Embrapa Instrumentação, em São Carlos (SP), Caue Ribeiro, um dos coordenadores do evento, o objetivo é ouvir as empresas interessadas em desenvolver ou que já desenvolvem produtos à base de nanotecnologia. “O intuito é identificar os principais ramos industriais nos quais a nanotecnologia poderá ajudar a resolver gargalos e, com isso, facilitar o contato do empresariado com a academia”, afirma o pesquisador.

O evento se destina as empresas que tem a nanotecnologia como diferencial de produção e a pesquisadores da área. O modelo de workshop é baseado em apresentações de associações empresariais, divididos em quatro grupos de trabalho e por setor de atividade econômica: Insumos, Bens de Capital/Intermediário, Bens Finais, Consumo e Serviços.

Ribeiro adianta que ao final do evento será produzido um documento-guia para embasar futuras iniciativas na área.

A Embrapa Instrumentação vem desenvolvendo pesquisas à base de nanotecnologia desde 1997, quando adquiriu o Microscópio de Força Atômica. Desde então, tem participado e promovido fóruns de discussão sobre o assunto, como a Conferência Internacional sobre aplicação da Nanotecnologia na Alimentação e Agricultura, realizada em junho deste ano, em parceria com o

Institutos de Estudos Avançados (IEA) da USP São Carlos e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a convite da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). Em maio de 2009, a Embrapa Instrumentação ainda inaugurou o Laboratório Nacional de Nanotecnologia para o Agronegócio, a fim de fortalecer pesquisas na área.

Nanotecnologia

A Nanotecnologia é hoje um dos principais focos de inovação em todos os países industrializados por gerar aplicações em diversos setores produtivos e de serviços.

Seu desenvolvimento é considerado estratégico para o Brasil. Estima-se que, entre 2010 e 2015, a produção industrial anual do setor excederá dois trilhões de dólares e demandará milhões de trabalhadores, num mercado estimado de US$ 250 bilhões em eletrônicos e US$ 2,7 bilhões em equipamentos e ferramentas. Há ainda expectativas de que até 2020 sejam movimentados US$ 115 bilhões na produção de tecidos nanoestruturados e outros US$ 53 bilhões em novos materiais.

O evento é organizado pela Embrapa Instrumentação, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), com o apoio da Fiesp.

Programação do evento - Workshop Nanotecnologias: expectativas da indústria brasileira

2/12/10

manhã

10h Plenária - Abertura com o Deputado eleito Newton Lima, Secretário de Inovação Francelino Grando, José Ricardo Roriz (Diretor FIESP), Maria Luisa Leal (Diretora ABDI; a confirmar), Caue Ribeiro (Coordenador do Workshop Nanotecnologias/ EMBRAPA).
10h45 - Apresentação dos Grupo de Trabalho
11h- 12h - Reuniões dos Grupos de Trabalho (palestras de 15 minutos por cada Associação)
sala 1: GT Insumos (ABIQUIM, ABIT, ABRAFAS e PETROBRAS)
sala 2: GT Bens Intermediários (AIAB, ABIMAQ, ABINEE, ABM e ABTS)
sala 3: GT Bens Finais (ANFAVEA, ABHIPEC, ABIFINA, ABIMO e ABIPLAST)
sala 4: GT Serviços (ABNT, ALANAC e INMETRO)

tarde
14h - 18h - reuniões GTs (continuação das apresentações e elaboração de relatórios)

3/12/10

manhã
9h - 11h - Plenária - Relatórios dos GTs
11h30 - 13 h - Conclusão

tarde
14h30 - 17h - Debate sobre a constituição de Câmara ou Associação Empresarial para Nanotecnologia.
17h - Encerramento

Com informações do MDIC.
 
As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Instrumentação.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink