Francisco Turra aponta rumos do agronegócio com o novo momento econômico do país

Agronegócio

Francisco Turra aponta rumos do agronegócio com o novo momento econômico do país

Tá na Mesa será nesta quarta-feira (26.10)
Por:
706 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) falará na reunião-almoço Tá na Mesa nesta quarta e receberá o Prêmio Vencedores do Agronegócio, concedido pela Federasul

O presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra será o palestrante na reunião-almoço Tá na Mesa, promovido pela Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul), nesta quarta-feira, dia 26 de outubro, O ex-ministro da Agricultura mostrará as chances de crescimento e as oportunidades que despontam no agronegócio com retomada da credibilidade do Brasil por investidores. Na ocasião, ele também receberá, ao lado de outros líderes do setor, o Prêmio Vencedores do Agronegócio, concedido pela Federasul.

Na palestra “Caminhos de valor para o agronegócio: os desafios em um novo momento econômico”, Turra mostrará que o Brasil, responsável por 1,4% das trocas comerciais em todo o planeta, alcança 6,9% do comércio agrícola mundial. Reconhecidamente forte na produção de alimentos, o país pode se destacar ainda mais. Em soja, carne bovina, tabaco e carne de frango, por exemplo, o Brasil é o segundo produtor mundial e o primeiro em exportação.

– Na contramão de números negativos, como desemprego e queda do PIB no ano passado, o agronegócio segue em crescimento – afirma Turra. – O agro representou 46% da balança comercial em 2015, a maior participação da história – acrescenta.

No Tá na Mesa, Turra vai abordar o cenário econômico atual e fazer uma reflexão sobre o papel do agronegócio, além de apontar as perspectivas positivas das exportações de proteínas. No segmento da carne de frango e suína, o presidente da ABPA enfatizará que o Brasil é reconhecido pelo qualidade e sanidade da produção, o que facilita a conquista de novos mercados.

Por meio de números, Turra vai demonstrar que o crescimento populacional e a alta correlação entre renda per capita e consumo de proteína animal apontam para o crescimento na demanda mundial.

– O destaque é para o consumo de frango, que deve aumentar a uma taxa acima da carne suína e bovina, gerando aumento de demanda de 23 milhões de toneladas de carne de frango e 15 milhões de toneladas de carne suína até 2024 – projeta.

Atualmente, os países que mais consomem proteína animal são a China, o grupo da União Europeia, os EUA e o Brasil. Juntos, representam mais de 65% da demanda mundial. Somente a China é responsável por 30%. Até 2024, o consumo deve aumentar na maioria dos países, com destaque para Índia e Brasil. Os demais países em desenvolvimento também devem ter o consumo estimulado.

Como pontos a melhorar, Turra apontará na palestra obstáculos que emperram o avanço do campo, prejudicando também a geração de receitas e de emprego, como regulação tributária, infraestrutura, leis trabalhistas, impostos e burocracia. O desafio brasileiro, enfatiza o presidente da ABPA, é melhorar a competitividade. O isolamento comercial, medido pelo baixo número de acordos comerciais, também deixa o país para trás na comparação com outros exportadores.

Reunião-almoço Tá na Mesa

Palestrante: Francisco Turra, presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e ex-ministro da Agricultura

Tema: “Caminhos de valor para o agronegócio: os desafios em um novo momento econômico”

Quando: quarta-feira, dia 26 de outubro de 2016

Horário: 12h

Endereço: Largo Visconde de Cairu, 17, 7º andar, Centro, Porto Alegre

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink