FRANGO: Avipar aponta crescimento de 12% para o setor no Paraná
CI
Agronegócio

FRANGO: Avipar aponta crescimento de 12% para o setor no Paraná

Por: -Admin

Motivado pela expectativa de crescimento de 17% na demanda nacional de carne de frango, com a implantação do Programa Fome Zero pelo novo governo, o setor avícola do Paraná começa o ano de forma otimista. Além disso, a perspectiva de crescimento de 12% em 2002, segundo dados preliminares da Associação dos Abatedouros e Produtores Avícolas do Paraná (Avipar) mobiliza os avicultores a explorar outros mercados para exportação, além de realizar novos investimentos.

"Com o governo Lula e seu projeto Fome Zero, o frango deve ter um lugar de destaque, pois é um produto rico em proteínas e com preço acessível. Neste ano certamente vamos superar 2002", explica o presidente da Avipar, Domingos Martins.

A entidade projeta crescimento no mercado externo, em função da maior disponibilidade de financiamentos ao mercado externo e ao maior número de estabelecimentos habilitados a negoiciar em 2003. "Hoje o Paraná possui cerca destes 15 estabelecimentos. Até outubro, o estado era o maior exportador de carne de frango, perdendo nos dois últimos meses do ano para Santa Catarina por causa de problemas tarifários", disse Martins. Neste período, a tarifa de entrada na Europa para o peito do frango saltou de 15% para 75%.

Dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior dão conta de que no acumulado de janeiro a novembro, as exportações do Paraná, em pedaços e miudezas de frango, cresceram 34% em quilos líquidos e 24% em receita. No entanto, as exportações de carnes em pedaços e preparações alimentícias de frango (carne industrializada), registraram queda. Para Martins, isso é considerado normal porque o mercado às vezes migra de um produto para outro. "Em dois anos, acreditamos que as carnes industrializadas ocuparão o espaço ocupado hoje pelas carnes in natura", destacou.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Organização das Cooperativas do Estado do Paraná (Ocepar), Flávio Turra, as cooperativas tiveram papel fundamental no bom desempenho do setor avícola, destacando em especial as empresas paranaenses Copacol, Coopavel, Lar (antiga Cotrefal) e C.Vale (antiga Coopervale). "Elas formam um verdadeiro pólo na Região Oeste do estado", finaliza.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.