Frango: embarques de abril aumentaram, mas total anual continua negativo
CI
Agronegócio

Frango: embarques de abril aumentaram, mas total anual continua negativo

As exportações brasileiras de carne de frango somaram 339.460 toneladas
Por:
Em abril passado, conforme a SECEX/MDIC, as exportações brasileiras de carne de frango somaram 339.460 toneladas e, com isso, apresentaram aumento de 2,56% sobre o mesmo mês do ano passado e de 6,18% em relação ao mês anterior, março de 2013.

Essa foi, também, a segunda vez neste exercício em que o volume mensal superou o exportado em idêntico período de 2012. Mas o crescimento registrado não foi suficiente para reverter o quadro de expansão negativa que, no quadrimestre inicial do ano, registra recuo de quase 5%.

Continua negativa, também, a evolução dos últimos 12 meses. No caso, os 3,853 milhões de toneladas alcançados entre maio de 2012 e abril de 2013 são 3,42% inferiores aos de idêntico período.

Ressalve-se, de toda forma, que os resultados negativos estão circunscritos ao volume embarcado. Pois graças a uma melhora do preço médio, especialmente do frango inteiro, a receita cambial do setor no ano já aumentou 6%, ficando próxima de US$2,7 bilhões (US$2,544 bi no mesmo quadrimestre de 2012).


Mesmo isso, porém, não impede que o resultado dos últimos 12 meses continue registrando resultado negativo - aliás, pelo oitavo mês consecutivo. Assim, a receita acumulada entre maio de 2011 e abril de 2012, da ordem de US$8,241 bilhões, recuou nos 12 meses seguintes para US$7,857 bilhões, uma queda de 4,6%.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.