Frango: mercado segue com cotações firmes nas principais praças de comercialização

Agronegócio

Frango: mercado segue com cotações firmes nas principais praças de comercialização

Nesta terça-feira (13), as cotações para o frango vivo seguiram inalteradas
Por:
429 acessos

Nesta terça-feira (13), as cotações para o frango vivo seguiram inalteradas. Ao contrário do que era esperado pelo mercado, os preços nas principais praças de comercialização não conseguiram recuperação nesta primeira quinzena do mês – quando o consumo é mais aquecido.

Em Minas Gerais, a cotação do estado está em R$ 3,30/kg, segundo informações da Avimig (Associação dos Avicultores de Minas Gerais), enquanto que em São Paulo a referência é de R$ 3,10/kg.

Ainda assim, o analista da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, explica que a tendência é positiva ao mercado nesta semana. “A expectativa ainda é por reajustes durante a primeira quinzena de setembro, período que conta com boa fluidez de negócios”, sinaliza.

Já a Scot Consultoria, explica que o mercado em São Paulo tem seguido com preços estáveis, mas altas não são descartadas nos próximos dias. “A demanda na ponta final da cadeia deve permanecer firme em curto prazo e altas no atacado e no varejo não estão descartadas”, explica.

Além disto, o cenário para os custos de produção começaram a registrar melhora, devido ao recuo nas cotações do milho com o avanço da colheita da segunda safra do cereal. Segundo dados da Embrapa Suínos e Aves de agosto, o ICPFrango/Embrapa teve redução de 2,65% em relação a julho, atingindo 219,28 pontos.

Por outro lado, nos últimos 12 meses houve a alta foi de 21,70% e no acumulado do ano, 9,84%. No fator nutrição, apenas em agosto houve redução de 2,84%.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink