Frango, ovo, milho e inflação em novembro de 2017
CI
Mercado

Frango, ovo, milho e inflação em novembro de 2017

O ovo, o frango e o milho recuaram 3, 13 e mais de 16%. respectivamente
Por:

Tomada como base a inflação medida pela Fundação Getúlio Vargas através do IGP-DI verifica-se que, a despeito da baixa valorização no mês, frango vivo e milho superaram o índice inflacionário de novembro, o que não ocorreu com o ovo, cujo preço médio no mês recuou 4,4%.

Em termos anuais o IGP-DI recuou 0,33%, mas os três produtos recuaram muito mais. O ovo, 3%; o frango, quase 13%; e o milho, mais de 16%.

A perda maior, entretanto, é ampliada quando se analisa o período de vigência do real. Pois, para uma inflação que até novembro apresentou variação de 546%, o incremento de preço do frango vivo ficou em 350% (196 pontos percentuais a menos), o do milho em pouco mais de 330% (214 pontos percentuais a menos e o do ovo em apenas 242% (mais de 300 pontos percentuais a menos).

Se, porventura, conseguissem acompanhar o IGP-DI acumulado em pouco mais de 23 anos, frango vivo, milho e ovo teriam sido comercializados em novembro por, respectivamente, R$3,80/kg, R$49,52/saca e R$124,57/caixa. Mas ficaram, também respectivamente, a 70%, 67% e 53% desses valores.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.