Frango, ovo, milho e inflação em novembro e na vigência do Real
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
PECUÁRIA

Frango, ovo, milho e inflação em novembro e na vigência do Real

Contribuição do frango se perde ao analisarem-se os índices relativos à evolução de preços neste ano
Por:

Embora só o milho tenha sido citado, está claro que o frango e o ovo também contribuíram para que a inflação de novembro – aqui medida pelo IGP-DI da Fundação Getúlio Vargas – recuasse pouco mais de meio por cento em relação a outubro. Neste caso, aliás, a atuação dos dois produtos da avicultura foi maior que a do milho, pois enquanto este registrou queda de 3,48%, a redução no preço do ovo foi de 5,76% e a do frango de 9,03%.

À primeira vista, a contribuição do frango se perde ao analisarem-se os índices relativos à evolução de preços neste ano e nos últimos 12 meses. Porque, nos dois indicadores, milho e inflação registraram evolução menor que a do frango vivo. Mas essa é uma ilusão passageira, pois, considerado o evoluir dos preços na vigência do Real, constata-se que os índices de inflação e os preços do milho evoluíram bem acima dos preços do frango.

Em outras palavras, se o frango tivesse acompanhado os preços de sua principal matéria-prima, teria sido comercializado em novembro por algo próximo dos R$7,10/kg. Mas como alcançou pouco mais de 75% desse valor, comprova-se que as reduções apresentadas pelo milho são fato recente e não repõem a antiga paridade de preços existente entre os dois produtos.

De toda forma, o desempenho do frango continua sendo bem melhor que o do ovo. Pois, frente a um IGP-DI de 16,28% no ano e de 17,16% em 12 meses, os preços do ovo em novembro apresentaram evolução de apenas 5,64% e 7,37%, respectivamente . E, na vigência do Real, sua valorização não chega à metade da evolução do IGP-DI.

Pior ainda, no entanto, é a relação de preços do ovo com o de sua principal matéria-prima na vigência do Real. Pois a evolução registrada desde 1994, de 428,19%, é cerca de 60% inferior à obtida pelo milho.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.