Frango

Frango, ovo, milho e inflação em outubro de 2017

Em relação ao IGP-DI acumulado na vigência do real apresenta uma diferença, a menos, de 202 pontos percentuais
Por:
31 acessos

Graças ao rompimento de uma longa e inédita estabilidade de preços, em outubro o frango vivo obteve valorização de 5,36% sobre os seis meses anteriores. Mas apenas retornou ao mesmo valor alcançado em fevereiro, valendo, nominalmente, 15% menos que um ano antes. Em relação ao IGP-DI acumulado na vigência do real apresenta uma diferença, a menos, de 202 pontos percentuais. 

O ovo, infelizmente, seguiu no mês caminho inverso, sofrendo desvalorização de 7,30% em relação ao mês anterior. E embora já tenha alcançado índices bem mais significativos, registrou variação anual de apenas 0,70%. Também em comparação ao IGP-DI acumulado na vigência do real já apresentou resultados bem melhores, pois fechou outubro com um valor médio 283 pontos percentuais aquém da inflação.

O milho, por fim, prosseguiu na escalada de recuperação iniciada em setembro e que – é o mercado quem indica – deve prosseguir até a chegada de nova safra. Assim, embora ainda se encontre com um valor quase 25% menor que o de um ano atrás, obteve em outubro valorização de mais de 9% (19% no bimestre setembro-outubro). Ainda assim permanece com um valor 216 pontos percentuais menor que o IGP-DI acumulado na vigência do real, registrando, na prática, quase a mesma paridade de preço registrada em 1994 com o frango vivo (diferença de apenas 14 pontos percentuais a favor do frango). Porém, em relação ao ovo, a paridade do milho apresenta ganho de 66 pontos percentuais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink