Frango abatido continua com preço inferior ao de 2013

Agronegócio

Frango abatido continua com preço inferior ao de 2013

Vai ser difícil evitar a pecha de “vilão de setembro”
Por:
280 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
O simples fato de o frango abatido estar encerrando setembro com valorização de mais de 12% em relação ao valor alcançado no final de agosto passado será apontado por analistas como um dos responsáveis pela inflação do mês, ao mesmo tempo em que a alta registrada será reputada às “exportações para o mercado russo”.

Nada mais falso. Porque a valorização registrada em setembro (e que já havia ocorrido também em agosto, embora em índice menor) é típica de todos os períodos de entressafra da carne bovina. 

Quanto à inflação, vai ser difícil evitar a pecha de “vilão de setembro”. Pena que se ignore que só agora, pela primeira vez no ano, o preço alcançado pelo produto superou, por pequena margem, os valores registrados no início de 2014. 

Apesar disso, o ganho obtido foi insuficiente para igualar os preços de setembro corrente aos do mesmo mês do ano passado. Com isso, o frango abatido registra no mês valor médio 4,36% inferior ao de setembro de 2013, índice que faz com que o preço médio dos nove primeiros meses de 2014 continue inferior ao dos mesmos nove meses do ano passado.

Ou seja: se a inflação brasileira continua alta e com tendência de ultrapassar o teto estabelecido pelo governo, a culpa, sem qualquer sombra de dúvida, não é do frango.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink