Frango dos EUA na Rússia
CI
Agronegócio

Frango dos EUA na Rússia

Por:

Os especialistas sanitários da Rússia e dos Estados Unidos retomaram as negociações sobre as exportações de frangos depois que a Rússia informou que alguns fornecedores norte-americanos não estão respeitando o acordo alcançado no ano passado para encerrar um veto imposto pela Rússia ao frango norte-americano.

O veto de seis meses prejudicou os produtores norte-americanos, incluindo a Tyson Foods, Perdue Farms e Pilgrim’s Pride, que em 2001 venderam US$ 660 milhões de frangos para a Rússia. A Tyson informou que perdeu mais de US$ 200 milhões em receita antes do veto ser suspenso em setembro.

Os especialistas americanos chegaram em Moscou para conversações após os inspetores russos descobrirem, em 2002, que alguns produtores de frango não cumpriram as exigências veterinárias do país.

Os representantes de grandes exportadoras de frango dos Estados Unidos, incluindo a Tycon, Perdue e Wayne Farms, foram para Moscou para participar de conversações. Os especialistas russos realizarão inspeções até maio de 2003, após o qual criarão uma nova lista de fornecedores de frango norte-americanos autorizados a vender a carne para a Rússia.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.