Frango

Frango vivo (SP) encerra 3ª semana de outubro com alta

Com esta última alta, a cotação do frango vivo paulista volta a se igualar à praticada em Minas Gerais
Por:
16 acessos

A terceira semana de outubro foi encerrada com uma grata surpresa para o produtor de frangos paulista. No sábado, 21, a ave viva encontrou mercado extremamente favorável e obteve seu segundo reajuste de cinco centavos do mês, sendo comercializada por R$2,65/kg.

De certa forma, esse ajuste surpreende. Primeiro, por estar sendo registrado na segunda quinzena do mês, período em que, normalmente, a demanda entra em recesso. Segundo – e principalmente – por corresponder a comportamento oposto ao do frango abatido.

Explicando, no decorrer da semana e como já se previa, a cotação do frango abatido passou a recuar. Tanto que os negócios da sexta-feira, 20, foram realizados com preços cerca de 7% menores que os do encerramento da semana anterior (base: abatido resfriado comercializado no Grande Atacado da cidade de São Paulo).

A primeira justificativa para esse cenário raro – frango abatido em baixa; frango vivo em alta – foi o menor peso unitário do produto ofertado, reflexo das altas temperaturas desta Primavera. É provável, porém, que outros fatores estejam contribuindo para a atual firmeza do mercado de frangos vivos. E o principal deles pode estar relacionado ao volume produzido.

Com esta última alta, a cotação do frango vivo paulista volta a se igualar à praticada em Minas Gerais, onde as negociações, embora em mercado firme, se mantêm estáveis em R$2,65/kg desde 6 de outubro corrente. 
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink