Frangos transportados sem GTA são doados a instituições carentes na BA
CI
Agronegócio

Frangos transportados sem GTA são doados a instituições carentes na BA

No total serão distribuídos 12 mil quilos de frango para entidades a serem definidas pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista
Por:
Mais de três mil frangos transportados irregularmente foram apreendidos, abatidos em frigoríficos inspecionados e servirão de alimento em instituições carentes da região de Vitória da Conquista. No total serão distribuídos 12 mil quilos de frango para entidades a serem definidas pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista.


“Temos que combater os infratores, revertendo ações irregulares em benefícios para a população. Por isso, sempre que a Legislação ou as condições de apreensão permitirem a Seagri, através da Adab, vai transformar o produto em alimento para pessoas atendida por instituições para carentes”, destacou o secretário de Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, Eduardo Salles, lembrando que as aves apreendidas estavam vivas, em condições de serem abatidas adequadamente e servirem de alimento para consumo humano.

A apreensão foi realizada pela Secretaria de Agricultura através da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e Polícia Rodoviária Federal no município de Encruzilhada, divisa entre Bahia e Minas Gerais. “No que se refere à inspeção de produtos de origem agropecuária, as ações de fiscalização da Adab visam o combate ao abate clandestino mas, acima de tudo, primam pela melhoria da qualidade dos alimentos oferecidos à população”, enfatizou o diretor geral da Adab, Paulo Emílio Torres.


O caminhão, carregando 3.480 galinhas de descarte – matrizes de frango de corte comercial – não portava a Guia de Trânsito Animal (GTA), documento obrigatório para transportar animais dentro do Estado. “No único documento que os motoristas apresentaram à Adab constava que os animais saíram de Minas Gerais deveriam ser levados para São Paulo. Isso significa que eles estavam fora de rota, provavelmente, sendo direcionados para abate clandestino”, explicou o coordenador regional da Adab em Vitória da Conquista, Jardel Xavier.

Como a falta da GTA era a única irregularidade e os animais não apresentavam sinais ou sintomas de doenças, a carga foi apreendida por um médico veterinário, um auxiliar de fiscalização da Adab e dois policiais rodoviários federais, e encaminhada para um frigorífico inspecionado, local apropriado para realização da inspeção anti-motem e pos-mortem das aves. Agora, após o abate dentro das condições higiênico-sanitárias ideais, o produto está pronto para ser doado a instituições da região.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.