Freio do Proprietário apresenta os campeões do ciclo de 2020
CI
Imagem: Pixabay
PECUÁRIA

Freio do Proprietário apresenta os campeões do ciclo de 2020

Modalidade da ABCCC teve 139 inscritos em cinco categorias em disputa no Parque Assis Brasil
Por:

Foi uma grande festa proporcionada pela modalidade que completa uma década na Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). O Freio do Proprietário é a porteira que se abre para que os criadores saiam das arquibancadas e conquistem a pista. De 26 a 29 de novembro, o Parque de Exposições Assis Brasil em Esteio (RS) serviu de base para a construção de novos legados na história da modalidade e da raça Crioula.

“A gente está fazendo um esforço gigantesco com a Associação, graças à Associação e, estamos aqui numa final comemorativa, uma final histórica com 163 inscritos, um número recorde de participantes, graças a esse esforço mútuo. Eu tenho certeza que daqui vai sair um legado pra comunidade”, celebrou o coordenador da Subcomissão do Freio do Proprietário, Fernando Gonzales.

Ao todo, na pista, foram 139 conjuntos. Os competidores das categorias “B” foram premiados ainda no sábado (28) - clique aqui e acesse o resultado. O domingo decisivo, 29 de novembro, foi dedicado aos proprietários das categorias Amador A (julgada por André Luiz Narciso Rosa, Diogo Pinto Ferreira e Ivens Ortigari Júnior) e Master A (Daniel Rossato Costa, Mário Moglia Suñe e Pedro Boemo Ferreira).

Depois de ter ficado em terceiro lugar na Força A da Paleteada 2020 (montando Pluma da Guajuvira, ao lado de Pedro Martins da Silva Móglia com Percanta de Santa Thereza), Ramiro de Moura voltou a vencer a categoria Amador A do Freio do Proprietário com Uno Solo do Kavaju Porã, cuja média final foi de 12,298. O título no Freio do Proprietário repetiu o conquistado em 2019, na mesma categoria, com Estribero do Encantto. Foi justamente com esse gatedo que Ramiro ocupou também o segundo lugar no pódio, agora em 2020, com 12,209 de média. “Senti uma evolução, mas eu tenho principalmente que agradecer meus dois cavalos e ao meu pai e ao Fernando Gonzales”, afirmou com gratidão.

O coordenador da Subcomissão do Freio do Proprietário, Fernando Gonzales, mais uma vez subiu no pódio. Na verdade foi a sétima vez que o ginete garantiu o título, desta vez com Cadejo da Pavei, com 11,552 de média final. Em 2019, Gonzales havia conquistado o hexa com Data Venia Folclore. Na segunda colocação ficou o ex-presidente da ABCCC (gestão 2018-2020), Francisco Kessler Fleck, com Huaso Gravatá. O conjunto atingiu 11,290 de média final.

“O grande campeão é o cavalo, os grandes campeões são as pessoas. A competição é uma maneira de testar a seriedade das pessoas. As que têm boa índole, que têm bom caráter, sempre aproveitam a competição. Então nosso objetivo aqui é confratenizar”, afirmou Fernando Gonzales. Com tantos troféus em casa, o campeão ainda brincou. “Eu confesso que tenho uma churrasqueira, que é o único lugar onde eu mando na minha casa, daí tem uma parede lá que eu tenho um orgulho de ter”.

Já no sábado, 28 de novembro, foram premiadas as outras três categorias: Amador B, Master B e Feminino após a etapa de Bayard-Sarmento. Na categoria Amador B, o pódio foi formado com Caio Canez Schmitt, montando Piraí 1650 do Candidato e seus 11.856 pontos de média final. O ginete foi unânime: iniciou no topo do ranking e se manteve até a hora de segurar a mais alta premiação de sua categoria. "Faz seis anos que eu corro e tinha conseguido ser Freio de Prata com esse cavalo em 2018. E agora estou conseguindo ser Freio de Ouro, graças a Deus. Foi questão de ver as provas, aprender com os erros e melhorar a cada prova", comemorou o ginete.

Já na categoria Master B uma curiosidade: o primeiro e o segundo colocados na edição do Freio do Proprietário 2019 se repetem, mas de forma invertida. No ciclo passado, o ginete Leandro de Castro ocupou o segundo lugar e levou para casa a Prata. Neste ano, montando Guia da Sorte D Los Brittes, o proprietário e ginete retornou à disputa para buscar a primeira colocação. Iniciando as provas na segunda posição, Leandro assumiu a liderança na etapa de Mangueira II e permaneceu na mesma colocação até o final, atingindo assim seu objetivo e ainda levando mais um troféu alpaca.

Na categoria Feminina a emoção tomou conta até o último minuto. Alternando posições até a etapa de Bayard-Sarmento, consagrou-se com o bi-capeonato a proprietária Fernanda Maggi, montando PO Dama Negra. O conjunto iniciou a disputa na quarta colocação e foi galgando posições até alcançar 11,301 pontos de média, garantindo à ginete o primeiro lugar no ranking em dois anos consecutivos, que somaram aos seus cinco Freios em toda a carreira. "É uma questão de superação. Missão cumprida e bem cumprida", brincou a psicóloga.  

Confira o resultado

AMADOR A

1º lugar
Ramiro de Moura montando Uno Solo do Kavaju Porã
Média: 12,298

2º lugar
Ramiro de Moura montando Estribero do Encantto
Média: 12,209

3º lugar
André Favero montando Data Venia Faceira
Média: 11,361

4º lugar
Guilherme de Araújo montando Harmonia Xerife
Média: 11,343

MASTER A

1º lugar
Fernando Gonzales montando Cadejo da Pavei
Média: 11,552

2º lugar
Francisco Fleck montando Huaso Gravatá
Média: 11,290

3º lugar
Marçal D. Velho montando Nuvem do Tamboré
Média: 10,562

4º lugar
Hendrik Platte montando Vendaval da Lua Branca
Média: 10,520

AMADOR B

1º lugar
Caio Canez Schmitt montando Piraí 1650 do Candidato
Nota: 11,856

2º lugar
Flavio Bento Jr. montando Ilhapa do Ouro Branco
Nota: 11,590

3º lugar
Rivaldo Machado montando Doutrina 787 Maufer
Nota: 11,103

4º lugar
Osmar Neto montando RE Idalgo
Nota: 10,249

MASTER B

1º lugar
Leandro de Castro montando Guia da Sorte D Los Brittes
Nota: 10,638

2º lugar
Sandro Facco montando Nippon do Pontal
Nota: 9,589

3º lugar
José Carvalho montando Dom Alberto Kadet
Nota: 09,025

4º lugar
Leandro Castro montando El Niño da Cola Crioula
Nota: 08,486

FEMININO

1º lugar
Fernanda Maggi montando PO Dama Negra
Nota: 11,301

2º lugar
Allana Bento montando Meia Volta Fogo de Chão
Nota: 11,200

3º lugar
Luiza Elias montando Noche Oscura da Bela Aliança
Nota: 08,800

4º lugar
Julia de Oliveira montando Bastardo Cala Bassa
Nota: 07,844


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink